Apostila Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu – RJ – Agente de Vigilância Ambiental III

Apostila Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu – RJ – Agente de Vigilância Ambiental III

Apostila Prefeitura de Nova Iguaçu –  Agente de Vigilância Ambiental III
Editora
: Opção| Edição : Julho de 2016

Páginas :308|Disponibilidade : Pronta Entrega

R$24,90R$34,90

Limpar
  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

Adquira ja a sua Apostila Prefeitura de Nova Iguaçu – Agente de Vigilância Ambiental III.

Material indispensável para o aqueles que almejam a se preparar para o próximo do Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu – RJ, organizado pela IBEG.

modelo1Antecipe seus estudos, Prepare-se com o Melhor conteúdo !
Apostila elaborada para a prova da Prefeitura de Nova Iguaçu 2016, com foco ao cargo de Agente de Vigilância Ambiental III.

A Apostila para Prefeitura de Nova Iguaçu foi totalmente revista e atualizada conforme o edital de Junho de 2016 contendo 308  páginas sendo disponibilizada nas versões : impressa ( formato livro enviado pelos correios) ou digital pdf download (um link e liberado para baixar o material podendo estudar em seu iPad, Tablet, PC e Notebook)

No Mercado Concursos você pode comprar a apostila da Prefeitura de Nova Iguaçu, com total segurança e comodidade, através de cartões de crédito (a vista ou parcelado sem jurosou boleto bancário (a vista), oferecemos os melhores e mais seguros meios de pagamentos da internet como PagSeguro do UOL, Mercado Pago, Bcash, e Moip.

[vc_row][vc_column][vc_tta_tour active_section=”1″ title=””][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-rocket” n_fontawesome=”fa fa-rocket” title=”OBJETIVO” tab_id=”concurso” add_icon=”true”]

Concurso Prefeitura de Nova Iguaçu RJ 2016

Cargo :AGENTE DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL III
Inscrições: de 30/06/2016 a 31/07/2016
Salário: R$ 1.367,09 Provas :  04/09/2016
Nível : ENSINO MÉDIO COMPLETO
Vagas : 60
Organizadora: IBEG / EDITAL: Acessar Taxa de Inscrição: R$ 25,00

Aberto concurso público para Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu / RJ, para o cargo de Agente de Vigilância Ambiental III.

São 60 vagas, com remuneração de R$ 1.367,09 e carga horária de 36 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico do IBEG, www.ibegconcursos.com.br, no período de 30 de junho de 2016 a 31 de julho de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 25,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 04 de setembro de 2016.

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-pencil” title=”CONTEÚDO” tab_id=”materias” add_icon=”true”][vc_column_text]O Conteúdo da Apostila Prefeitura de Nova Iguaçu – Agente de Vigilância Ambiental Contempla :

– Língua Portuguesa
– Informática
– Primeiros Socorros
– Legislação Ambiental

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-book” title=”PROGRAMAÇÃO COMPLETA” tab_id=”conteudo-programatico” add_icon=”true”][vc_column_text]Conteúdo programático completo da Apostila Prefeitura de Nova Iguaçu – Agente de Vigilância Ambiental.

LÍNGUA PORTUGUESA
LEITURA – Capacidade de compreensão e interpretação: a. Relações lógicas no texto: a coerência; b. Hierarquia das ideias: ideia
central e ideias periféricas; c. O ponto de vista: a argumentação; d. Tipos de discurso: direto, indireto e livre; intertextualidade; e.
Tipologia textual: textos dissertativo, narrativo e descritivo; f. Vocabulário: sinonímia e antonímia; g. Linguagens denotativa e
conotativa; h. Funções e usos da linguagem; i. Relações formais no texto: a coesão (elementos coesivos e relações entre elementos
que constituem a coesão; j. Gêneros textuais (jornais, revistas, fotografias, esculturas, músicas, charges, entre outras).

CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS – avaliação em função da capacidade de leitura. a. Morfossintaxe: relações e funções sintáticas;
colocação pronominal; b. Regência e concordância; c. Acentuação gráfica, ortografia, pontuação e uso do sinal indicativo de crase.
PARÁFRASE.

INFORMÁTICA :
Correio Eletrônico (mensagens, anexação de arquivos, cópias); Microsoft Word 2010 em português: Edição e formatação de textos
(operações do menu Formatar, Inserir, Tabelas, Exibir – cabeçalho e rodapé, Arquivo – configurar página e impressão, Ferramentas –
ortografia e gramática); Microsoft Excel 2010 em português: Criação de pastas, planilhas e gráficos, uso de formulas, funções e
macros, configurar página, impressão, operações do menu Formatar, operações do menu Inserir, obtenção de dados externos,
classificar; Microsoft Windows 7 em português: Criação de pastas (diretórios), arquivos e atalhos, área de trabalho, área de
transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, uso de aplicativos, interação com os aplicativos do Microsoft
Office; Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Redes Microsoft: compartilhamento de pastas e
arquivos; localização e utilização de computadores e pastas remotas.

PRIMEIROS SOCORROS :
O que são primeiros socorros, Conhecendo os sinais vitais, Hipotermia, Febre, Respiração, Reanimação cardiopulmonar, Pressão
arterial, Sinais de Apoio, Solicitação de Socorro, Situações e procedimentos de emergência, Asfixia, Ressuscitação cardiorrespiratória,
Hemorragias, Corpos estranhos, Transporte de acidentados, Montagem de kit de primeiros socorros, Acidentes e procedimentos,
Ações incorretas, Prevenção.

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL :
Lei Complementar nº 140, de 8 de dezembro de 2011 – fixa normas, nos termos dos incisos III, VI e VII do caput e do parágrafo único
do art. 23 da Constituição Federal, para a cooperação entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios nas ações
administrativas decorrentes do exercício da competência comum relativas à proteção das paisagens naturais notáveis, à proteção do
meio ambiente, ao combate à poluição em qualquer de suas formas e à preservação das florestas, da fauna e da flora; e altera a Lei
no 6.938, de 31 de agosto de 1981. LEGISLAÇÃO: 9.795/99 – Política Nacional de Educação Ambiental; Lei 6.803 de 02/07/1980 Dispõe sobre Zoneamento Industrial nas Áreas Críticas de Poluição. Lei 8.171 de 17/01/1991 Dispõe sobre da Política Agrícola. Lei 6.766 de 19/12/1979 e suas alterações. Dispõe sobre o Parcelamento do Solo Urbano; Lei nº 12.651/12 – Código Florestal Brasileiro; LEI No
9.985/2000 – Regulamenta o art. 225, § 1o , incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de
Conservação da Natureza e dá outras providências; Lei nº 6.938/1981 – DOU 02/09/1981: Dispõe sobre a Política Nacional do Meio
Ambiente, seus Fins e Mecanismos de Formulação e Aplicação, e dá outras Providências.* Vide alterações dispostas na Lei Federal nº
10.165 de 27/12/2000, que institui a taxa de Controle e Fiscalização Ambiental – TCFA; Decreto nº 6.514/2008. Dispõe sobre as
infrações e sanções administrativas ao meio ambiente, estabelece o processo administrativo federal para apuração destas infrações,
e dá outras providências; Resolução nº 237/1997: Regulamenta aspectos do licenciamento ambiental estabelecidos na Política
Nacional do Meio Ambiente; RESOLUÇÃO nº 303/2002 – Dispõe sobre parâmetros, definições e limites de Áreas de Preservação
Permanente; Lei nº 9.605/1998: Lei de Crimes Ambientais. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e
atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Código do Meio Ambiente Municipal – Lei nº 3129 de 10/12/2000

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-star” title=”DIFERENCIAIS” tab_id=”diferenciais” add_icon=”true”][vc_column_text]A Apostila Prefeitura de Nova Iguaçu – Agente de Vigilância Ambiental foi atualizada com base no edital publicado recentemente o que torna o seu conteúdo atual e relevante.

Não basta estudar, coloque em prática seus conhecimentos, o  material conta com exercícios que seguem a linha de avaliação da banca examinadora do concurso, desta forma, você já fica familiarizado com a estrutura de prova.

Não perca tempo, antecipe seus estudos compre agora a Apostila da Prefeitura de Nova Iguaçu aqui no Mercado Concursos! Somos líderes de mercado na Distribuição de apostilas para concursos fornecemos materiais com  alto índice de aprovação de nossos consumidores[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES” tab_id=”requisitos-e-atribuicoes” add_icon=”true”][vc_column_text]

Requisitos para ingresso : Ensino Fundamental Completo

Descrição sintética das atribuições do Agente de Vigilância Ambiental :

  •  Realizar o patrulhamento ostensivo e preventivo do Município de queimados, proibindo, inibindo e
    restringindo ações que atentem contra patrimônio Ambiental do Município, bem como o Patrimônio
    Público, priorizando as Unidades de Conservação Municipal.
  • Impedir, fiscalizar e cobrir a caça, a apanha, á criação, o comércio, o cativeiro de animais de faunas
    silvestres, bem como, inclusive o corte de supressão da vegetação do Bioma nas Áreas de Conservação do
    Município, assim como em todas a a regiões, em qualquer estágio, sem devida autorização do órgão
    competentes;
  • Realizar as defesas dos rios, lagos, mananciais e de quaisquer formas de ilícitos ambientais, infração de
    natureza administrativa e criminal lavrando o respectivo auto de apreensão, encaminhando-os ao órgão
    público competente;
  • Apoiar toda e qualquer atividade relacionada ao controle ambiental e urbano;
  •  Realizar controle preventivo das queimadas e o combate dos focos de incêndios junto as unidades de
    conservação Ambiental do Município, bem como, promover ações diretas que contribuam para evitar a
    ocorrência se sinistros dessa natureza, não somente nas Áreas de conservação, mas em todo território
    municipal;
  • Exercer, além das suas atribuições afins, medidas de prevenção voltadas a defesa do Ambiente,
    divulgando informação adequadas por meio da educação ambiental, á comunidade, ministrar palestras
    em escalas, em conjunto com a Secretária Municipal do Ambiental, bem como, quando solicitado por
    órgãos federal e estadual e demais setores da administração públicas municipal;
  •  Participar das atividades de devesa civil nas ocorrências de calamidades públicas e grandes sinistros e de
    auxilio as demais agências federais e estaduais, quando solicitado;
  • Conduzir viaturas da guarda Ambiental sempre que for necessário, considerando o andamento de serviço
    estando devidamente habilitado para este fim;

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”SOBRE A INSTITUIÇÃO” tab_id=”sobre-a-instituicao” add_icon=”true”][vc_column_text]

Conhecendo Nova Iguaçu:

prefeitura_de_nova_iguacu_rj

O Município de Iguassú foi criado no dia 15 de janeiro de 1833, com sua sede instalada às margens do Rio Iguassú, que serviu de inspiração para o seu nome. Ele surgiu a partir da Vila de Iguassú – uma localidade que desde o século XVIII era utilizada como pouso de tropeiros que faziam o Caminho de Terra Firme. Ainda em 1822, durante o Ciclo do Café, foi aberta a Estrada Real do Comércio, que em conexão com os portos de Iguassú, escoava a produção de cana-de-açúcar e do café plantado nas serras. O movimento foi tão expressivo que provocou a mudança do status de Vila para Município.

Em 1858, com a inauguração da Estrada de Ferro Dom Pedro II, iniciou-se o crescimento do Arraial de Maxambomba. Por conta disso, foi realizada a transferência da sede do município para um novo centro econômico. Em 1916, Maxambomba passa a se chamar Nova Iguassú.

No século XX, a principal atividade do Município passa a ser o plantio de laranjas. Os pomares de Nova Iguaçu se estendiam por toda a Estrada de Madureira, Cabuçu, Marapicu, alcançando também Itaguaí. Na época, Nova Iguaçu ficou conhecida como “Cidade Perfume” por causa do cheiro das frutas. Porém, diante de forte influência da Segunda Guerra Mundial, aconteceu a explosão demográfica da Baixada Fluminense e do Rio de Janeiro. Seu cultivo e exportação da laranja entraram em decadência levando a economia da cidade, o que culminou na divisão do território.

Foi a partir da década de 40 que surgiu o processo de emancipação do Município. Nova Iguaçu perdeu Duque de Caxias (1943), Nilópolis e São João de Meriti (1947). Nos anos 90, foi a vez de Belford Roxo e Queimados (1990), Japeri (1991) e Mesquita (1999). Vale lembrar que em 1952, com a inauguração da Rodovia Presidente Dutra e a recuperação da malha ferroviária, a cidade passou por um aumento populacional e assumiu outras funções, entre elas, a de cidade dormitório e de corredor de acesso à capital.

Hoje, Nova Iguaçu é o maior município da Baixada Fluminense em extensão territorial e segundo em população. Possui um dos centros comerciais mais importantes do Estado do Rio de Janeiro, um polo que atrai consumidores das cidades de seu entorno.

[/vc_column_text][/vc_tta_section][/vc_tta_tour][/vc_column][/vc_row]