Apostila Prefeitura de Ourinhos SP 2016 – Agente De Combate A Endemias – Cod n2876

Apostila Prefeitura de Ourinhos SP 2016 – Agente De Combate A Endemias – Cod n2876

Apostila Concurso Ourinhos – Agente Comunitário de Saúde
Editora
: Nova| Edição : Julho de 2016

Páginas :224|Disponibilidade : Pronta entrega

R$26,90R$34,90

Limpar
  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Adquira ja a nova Apostila Prefeitura de Ourinhos SP 2016 – Agente De Combate A Endemias.

Material indispensável para o aqueles que almejam a se preparar para o próximo Concurso da Prefeitura Municipal de Ourinhos, organizado pela omconsultoria.

modelo1Antecipe seus estudos Prepare-se com o Melhor conteúdo !
Apostila elaborada para a prova da Prefeitura De Ourinhoscom foco aos cargos de Agente De Combate A Endemias.

A Apostila Agente De Combate A Endemias 2016 foi totalmente revista e atualizada conforme o edital de Julho de 2016 contendo 224 páginas sendo disponibilizada nas versões : impressa ( formato livro enviado pelos correios) ou digital pdf download (um link e liberado para baixar o material podendo estudar em seu iPad, Tablet, PC e Notebook)

No Mercado Concursos você pode comprar a Apostila da Prefeitura de Ourinhos, com total segurança e comodidade, através de cartões de crédito (a vista ou parcelado sem jurosou boleto bancário (a vista), oferecemos os melhores e mais seguros meios de pagamentos da internet como PagSeguro do UOL, Mercado Pago, Bcash, e Moip.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_tta_tour active_section=”1″ title=””][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-rocket” n_fontawesome=”fa fa-rocket” title=”OBJETIVO” tab_id=”concurso” add_icon=”true”][vc_column_text]

Concurso Prefeitura de Ourinhos SP – 2016

Cargo : Agente De Combate A Endemias
Inscrições: 04/07/2016 a 18/07/2016
Salário: R$ 1.119,00 Provas :
Nível : Fundamental Completo
Vagas :30
Organizadora: omconsultoria Taxa de Inscrição: R$ 13,50

Aberto concurso público para Prefeitura de Ourinhos/SP para o cargo de Agente de  Combate a Endemias

São 30 vagas,  com remuneração de R$ 1.119,00 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível Fundamental

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico da www.omconsultoria.com.br, no período 04 a 18 de julho de 2016, . A taxa de inscrição é de R$ 13,50

A data, horário e local das provas serão divulgados no Diário Oficial do Município de Ourinhos e nos endereços eletrônicos: www.omconsultoria.com.br

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-pencil” title=”CONTEÚDO” tab_id=”materias” add_icon=”true”][vc_column_text]O Conteúdo da Apostila Prefeitura de Ourinhos – Agente De Combate A Endemias Contempla :

  • Língua Portuguesa
  • Matemática
  • Conhecimentos Específicos

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-book” title=”PROGRAMAÇÃO COMPLETA” tab_id=”conteudo-programatico” add_icon=”true”][vc_column_text]Conteúdo programático completo da Apostila Prefeitura de Ourinhos – Agente De Combate A Endemias.

LÍNGUA PORTUGUESA 01 – Compreensão de textos; 02 – Redação simples; 03 – Classificação de palavras quanto ao número e posição das sílabas; 04 – Plural e gênero dos substantivos; 05 – Pontuação; 06 – Ortografia; 07 – Pronome; 08 – Verbos; 09 – Concordância Nominal e Verbal; 10 – Regência Nominal e Verbal.

MATEMÁTICA 01 – Conjuntos: representação e operações; 02 – Números Naturais: operações com números naturais e suas propriedades; 03 – Problemas; 04 – Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão; 05 – Operações simples com números decimais; 06 – Geometria: Noções sobre área de figuras geométricas planas e espaciais; 07 – Múltiplos e divisores: conceitos e operação; 08 – Números Racionais Absolutos; 09 – Medidas: conceito e operações; 10 – Regra de três, porcentagem e juros simples; 11 – Razões e proporções: grandezas proporcionais, porcentagem e juros simples

CONHECIMENTOS ESPECÍFICO DO CARGO 01 – Bom relacionamento com o pessoal de trabalho e público em geral 02 – Compreensão e entendimento de avisos e recados 03 – Direitos e deveres do cidadão e do Governo 04 – Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue do Ministério da Saúde-2009 05 – Doença de Chagas-vetor 06 – Doenças de transmissão vetorial e zoonoses: 07 – Dengue/Zika e Chikungunya: principais sinais e sintomas; medidas de prevenção das doenças; 08 – Mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya: Aedes aegypti: biologia, ciclo de vida, medidas de controle, principais criadouros. 09 – Leishmanioses (Tegumentar e Visceral): características epidemiológicas: ciclo, modo de transmissão, período de incubação, suscetibilidade e imunidade; aspectos clínicos no cão; medidas preventivas dirigidas à população humana, ao vetor e à população canina; 10 – Febre Maculosa: principais sinais e sintomas; medidas de prevenção das doenças; agente etiológico 11 – Leptospirose: principais sinais e sintomas; medidas de prevenção das doenças; agente etiológico 12 – Larva migrans cutânea (bicho geográfico): principais sinais e sintomas; medidas de prevenção das doenças; agente etiológico 13 – Raiva: noções sobre a doença, vacinação antirrábica animal, controle de morcegos em áreas urbanas; 14 – Controle ético da população de cães e gatos: guarda responsável e programa de controle populacional de cães e gatos; 15 – Esquistossomose: o que é, transmissão, risco para os profissionais, prevenção. 16 – Toxoplasmose: transmissão; sintomas; prevenção. 17 – Leptospirose: controle de roedores em áreas urbanas; leptospirose: sintomas, transmissão, prevenção; 18 – Animais Peçonhentos: ofídios, aracnídeos (aranhas e escorpiões) e lepidópteros (Lonomia obliqua): noções básicas sobre controle, prevenção 19 – Pragas Urbanas – Controle (pombos, ratos/camundongos/ratazanas, aranhas, caramujos, formigas, etc.) 20 – Lei 11.350 de 5 de outubro de 2006 21 – Lei Nº 10.083/98 – SP (Código Sanitário-SP); 22 – Lei nº 8.080/90; 23 – Lei Nº 8.142/90; 24 – Localização de ruas e quadras em mapa e planta baixa 25 – Noções básicas de ética e sigilo 26 – Noções básicas de higiene e saúde 27 – Verificação de condições higiênicas e de saneamento básico de quintais e residências 28 – Vigilância Epidemiológica de acidentes e primeiros socorros.

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-star” title=”DIFERENCIAIS” tab_id=”diferenciais” add_icon=”true”][vc_column_text]A Apostila Prefeitura De Ourinhos  foi atualizada com base no edital publicado recentemente o que torna o seu conteúdo atual e relevante.

Não basta estudar, coloque em prática seus conhecimentos, o  material conta com exercícios que seguem a linha de avaliação da banca examinadora do concurso, desta forma, você já fica familiarizado com a estrutura de prova.

Não perca tempo, antecipe seus estudos compre agora a Apostila para Prefeitura de Ourinhos aqui no Mercado Concursos! Somos líderes de mercado na Distribuição de apostilas para concursos fornecemos materiais com  alto índice de aprovação de nossos consumidores[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES” tab_id=”requisitos-e-atribuicoes” add_icon=”true”][vc_column_text]

Requisitos para ingresso :  Ensino Fundamental Completo e Incompleto

 

agente_de_endemiasSão atribuições de Agente De Combate A Endemias : – Executar o trabalho de campo (ações /atividades) nos imóveis do município, sob supervisão: edificações térreas,prédios de apartamentos, cortiços, edificações especiais, praças /parques/ jardins públicos, obras em andamento, terrenos baldios, chácaras.
– Executar ações /atividades de combate e controle às endemias, de controle de vetores e animais sinantrópicos, que são problemas de saúde pública e efetuar orientações preventivas de saúde nos imóveis visitados. Os agentes realizam trabalho de controle de vários reservatórios, hospedeiros, vetores, animais peçonhentos e sinantrópicos para o controle de varias zoonoses como: dengue, zika, chikungunya, febre amarela, raivleptospirose, leishmaniose, febre maculosa, esquistossomose e outras;
– Executar trabalhos de campo e ações educativas;
– Realizar a atividade casa-a-casa nos imóveis do município;
– Procurar manter a meta de visitas diárias determinadas pela equipe técnica;
– Realizar eliminação de criadouros casa-a-casa tendo como método de primeira escolha o controle mecânico
(localização, remoção, destruição, vedação, etc.), sempre em ação conjunta com os moradores;
– Orientar e educar o morador, para que este mantenha seu domicílio livre da proliferação de Aedes aegypti,
fazendo uma fiscalização semanalmente no seu quintal;
– Informar os moradores sobre a doença, seus sintomas e riscos, o agente transmissor e medidas de prevenção;
– Realizar atividades rotineiras de controle mecânico e eventualmente químico nos
Imóveis, Pontos Estratégicos (PE) e Imóveis Especiais;
– Realizar atividades emergenciais de controle mecânico e químico (nebulização) quando houver casos suspeitos
ou confirmados de dengue.
– Realizar nebulização (aplicação inseticida) como medida complementar ao controle mecânico, aplicando
inseticidas autorizados conforme autorização técnica;
– Realizar busca ativa de suspeitos de dengue na área onde ocorreu confirmação de dengue;
– Manter atualizados os mapas das áreas de trabalho.
– Realizar pesquisa larvária em imóveis para descobrir focos, nos municípios infectados;
– Realizar pesquisa de larvas e/ou mosquitos adultos nos pontos estratégicos e imóveis especiais;
– Realizar pesquisa larvária para índices de densidade larvária: Ex: Índice de Breteau (I.B.) e Índice Predial;
– Realizar o tratamento focal e perifocal de pontos estratégicos, como medida complementar ao controle mecânico,
aplicando larvicidas autorizados conforme autorização técnica;
– Orientar a população em geral sobre as medidas para eliminar criadouros de insetos e de outros vetores, em
residências e em estabelecimentos diversos;
– Preencher o boletim diário corretamente, registrando as atividades executadas e as irregularidades e repassa -loao supervisor;
– Comunicar ao supervisor de campo os obstáculos para a execução de sua rotina de trabalho durantes as visitas
nos domicílios;
Informar ao supervisor de campo sobre outras irregularidades observadas durante a realização do trabalho;
– Repassar ao supervisor de campo as irregularidades e os problemas de maior grau de complexidade não
sanados, observados durante a realização do trabalho.
– Conservar limpo e em bom estado de funcionamento todo o equipamento de uso
individual (Kit-maleta) e coletivo.
– Manter bom relacionamento com os colegas de trabalho.
– Manter sigilo sobre os problemas detectados durante as atividades do trabalho.
– Usar diariamente uniforme e crachá de identificação.
– Estar ciente de que os trabalhos realizados serão avaliados por supervisão direta e
indireta, a critério das chefias.
– Participar, sempre que solicitado, de treinamento e/ou reciclagem;
– Encaminhar aos serviços de saúde os casos suspeitos de dengue;
– Participar de ações para controlar as diversas “pragas urbanas” (animais sinantrópicos);
– Desenvolver ações educativas junto à comunidade orientando as pessoas a manterem seu domicílio e terrenos
baldios livres de criadouros do mosquito Aedes aegypti e de outros animais sinantrópicos e insetos (pragas
urbanas);
– Participar de inquéritos/pesquisas de campo relacionadas a doenças como Leishmanioses e de pesquisa de
caramujos e coleções de água da zona urbana, locais prováveis de infestação para a esquistossomose;
– Participar da execução da campanha de vacinação anti-rábica canina e felina e de mobilizações sobre prevenção
da raiva;
– Registrar, sistematicamente, diariamente, as atividades realizadas nos formulários apropriados, com o objetivo de
alimentar o sistema de informações vetoriais.
– Desempenhar outras atividades afins que lhe forem delegadas.- Executar o trabalho diário de campo em caminhadas diárias, portando bolsa com equipamentos com peso de até
20 Kg, dentre outras que demandam resistência física, conforme manuais de normas técnicas do Ministério da
Saúde para o controle da Dengue;
– Subir em escadas para verificação de caixas d’água, calhas e telhados para eliminação de criadouros;
– Portar equipamento de nebulização costal para aplicar inseticida em imóveis;

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”SOBRE A INSTITUIÇÃO” tab_id=”sobre-a-instituicao” add_icon=”true”][vc_column_text]

Conhecendo Ourinhos :

Ourinhos é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. Pertence à microrregião de mesmo nome e Mesorregião de Assis, localiza-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 370 km.Ocupa uma área de 296,203 km², sendo que 12,4015 km² estão em perímetro urbano, e sua população foi estimada em 2013 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 108 674, sendo então o 73º mais populoso de São Paulo e o primeiro de mesorregião.[4] Está a 994 km de Brasília, capital federal.

A sede tem uma temperatura média anual de 22,1°C e na vegetação do município predomina a mata atlântica. Em relação à frota automobilística, em 2009 foram contabilizados 45 298 veículos.[9] Com uma taxa de urbanização da ordem de 95,21%, o município contava, em 2009, com 63 estabelecimentos de saúde. O seuÍndice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,778, considerado como elevado em relação ao do estado.[10]

A cidade de Ourinhos foi emancipada de Salto Grande na década de 1910 e seu nome é uma referência ao antigo município de Ourinho, hoje Jacarezinho, no estado do Paraná. Atualmente é formada pela cidade de Ourinhos, sendo a sede seu único distrito, subdividida ainda em cerca de 120 bairros.[11] Também é uma das principais cidades da região e possui como principal atividade econômica o comércio.[12] No setor daagricultura, destaca-se o cultivo da cana-de-açúcar, da soja e do milho.[13]

O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o seu artesanato até o teatro, amúsica e o esporte. A cidade se destaca também em seus eventos organizados muitas vezes pela prefeitura de Ourinhos juntamente ou não com empresas locais. Um dos principais é a Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos, que é realizada anualmente no mês de junho e é considerada como um dos maiores eventos do ramo no país

Referências : (wikipedia)

[/vc_column_text][/vc_tta_section][/vc_tta_tour][/vc_column][/vc_row]

Informação adicional

CARGO

EDITORA

NIVEL

TIPO

CONCURSO

ESTADO

CIDADE

ORGANIZADORA