Apostila Prefeitura de João Monlevade – MG 2016 – Comum aos Cargos de Nível Médio

Sale

Apostila Prefeitura de João Monlevade – MG 2016 – Comum aos Cargos de Nível Médio

Apostila Concurso João Monlevade – MG –  Nível Médio
Editora
: Nova| Edição : Julho de 2016

Páginas :416|DisponibilidadePronta entrega

R$50,00 R$47,50

Limpar
  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

Adquira ja a nova Apostila Prefeitura de João Monlevade – MG 2016 – Comum aos Cargos de Nível Médio :

Fiscal Ambiental, Fiscal Sanitário, Monitor de Creche, Monitor para atender aluno deficiente, Oficial Administrativo, Técnico nas áreas de Higiene Dental, Radiologia, Enfermagem, Estratégia de Saúde da Família, Segurança do Trabalho, Educador Social / Cuidador, Monitor de Atividades, Secretaria, Leiturista, Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico Químico.

Material indispensável para o aqueles que almejam a se preparar para o próximo do Prefeitura Municipal de João Monlevade – MG, organizado pela Gestão de Concursos.

modelo1Antecipe seus estudos, Prepare-se com o Melhor conteúdo !
Apostila elaborada para a prova da Prefeitura de João Monlevade – MG 2016, contendo a matéria comum a todos os cargos de nível médio.

A Apostila para Prefeitura de João Monlevade foi totalmente revista e atualizada conforme o edital de Junho de 2016 contendo 416 páginas sendo disponibilizada nas versões : impressa ( formato livro enviado pelos correios) ou digital pdf download (um link e liberado para baixar o material podendo estudar em seu iPad, Tablet, PC e Notebook)

No Mercado Concursos você pode comprar a apostila da Prefeitura de João Monlevade, com total segurança e comodidade, através de cartões de crédito (a vista ou parcelado sem jurosou boleto bancário (a vista), oferecemos os melhores e mais seguros meios de pagamentos da internet como PagSeguro do UOL, Mercado Pago, Bcash, e Moip.

[vc_row][vc_column][vc_tta_tour active_section=”1″ title=””][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-rocket” n_fontawesome=”fa fa-rocket” title=”OBJETIVO” tab_id=”concurso” add_icon=”true”]

Concurso Prefeitura de João Monlevade / MG 2016

Cargo : Comum aos cargos de Nível Médio
Inscrições: 29/08 a 05/10/2016
Salário: de R$ 924,00 a R$ 1.760,00 Provas :  20/11/2016
Nível : Médio
Vagas : 78
Organizadora: Gestão de Concursos/ EDITAL: Acessar Taxa de Inscrição:  R$ 60,00

Aberto concurso público para Prefeitura de João Monlevade / MG, para os cargos de Fiscal Ambiental (2 vagas), Fiscal Sanitário (1 vaga), Monitor de Creche (46 vagas), Monitor para atender aluno deficiente (5 vagas), Oficial Administrativo (1 vaga), Técnico nas áreas de Higiene Dental (1 vaga), Radiologia (1 vaga), Enfermagem (1 vaga), Estratégia de Saúde da Família (15 vagas), Segurança do Trabalho (1 vaga), Educador Social / Cuidador (6 vagas), Monitor de Atividades (2 vagas), Secretaria (1 vaga), Leiturista 2 vagas, Técnico de Segurança do Trabalho 1 Vaga, Técnico Químico 3 vagas

No total são 78 vagas, com remuneração de de R$ 924,00 a R$ 1.760,00 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições deverão ser efetuadas via internet, no site da empresa organizadora (www.gestaodeconcursos.com.br), a partir das 9h do dia 29 de agosto de 2016 às 20h do dia 5 de outubro de 2016. Não se esqueça de efetuar o pagamento da taxa de participaçãono valor de R$60,00

A prova está prevista para ser realizada no dia 11 de Novembro de 2016.

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-pencil” title=”CONTEÚDO” tab_id=”materias” add_icon=”true”][vc_column_text]O Conteúdo da Apostila Prefeitura de João Monlevade – Nível Médio  Contempla :

– Língua Portuguesa
– Atualidades
– Informática
– Matemática

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-book” title=”PROGRAMAÇÃO COMPLETA” tab_id=”conteudo-programatico” add_icon=”true”][vc_column_text]Conteúdo programático completo da Apostila Prefeitura de João Monlevade – Nível Médio .

PORTUGUÊS :Compreensão e interpretação de textos. Gêneros e tipos de texto. Coesão e coerência textual. Identificação, flexão,
valor e emprego das classes de palavras. Verbos: flexão, conjugação, vozes, emprego de tempos e modos verbais.
Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase. Colocação pronominal. Estrutura da oração e do
período: aspectos sintáticos e semânticos. Acentuação gráfica. Ortografia. Pontuação. Variação linguística.

ATUALIDADES : Política e economia, sociedade, costumes, artes, música, literatura, arquitetura, entretenimento, rádio e televisão,
internet, educação, saúde, esportes, desenvolvimento, tecnologia, história, geografia, ciência e meio ambiente, nos
planos nacional e internacional.

INFORMÁTICA : Sistema Operacional Microsoft Windows 7. Painel de controle. Aplicativos. Organização de arquivos e pastas
(Windows Explorer e operações de manipulação de pastas e arquivos). Desfragmentar o disco. Segurança. Editor de
Textos Microsoft Word 2010. Criação, edição, formatação e impressão de documentos. Layout da página. Inserção de
objetos. Criação e manipulação de tabelas, inserção e formatação de gráficos e figuras. Planilha Eletrônica Microsoft
Excel 2010. Criação e edição de planilhas. Utilização de fórmulas e funções. Geração de gráficos. Conceitos de
segurança da informação: noções básicas. Noções de Internet. Principais conceitos. Utilização de browsers. Produção,
manipulação e organização de mensagens eletrônicas (e-mail).

MATEMÁTICA: Conjunto dos números naturais: operações, divisibilidade, decomposição de um número natural nos seus fatores
primos, múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum de dois ou mais números naturais.
Conjunto dos números inteiros: operações. Conjunto dos números racionais: propriedades, operações, valor absoluto
de um número, potenciação e radiciação. O conjunto dos números reais: números irracionais, a reta real,
intervalos. Sistema de medida, sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, razões,
proporções, grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três simples e composta, porcentagem, juros,
conjuntos numéricos, MDC e MMC, equações e inequações de 1º grau, sistema de equações. Cálculo de áreas de
figuras planas. Leitura e identificação de dados apresentados em gráficos de colunas e tabela.

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-star” title=”DIFERENCIAIS” tab_id=”diferenciais” add_icon=”true”][vc_column_text]A Apostila Prefeitura de João Monlevade – Nível Médio  foi atualizada com base no edital publicado recentemente o que torna o seu conteúdo atual e relevante.

Apostila totalmente didática, levando o candidato ao fácil e rápido entendimento de todo o conteúdo, até mesmo para os principiantes em concursos públicos.

Não basta estudar, coloque em prática seus conhecimentos, o  material conta com exercícios que seguem a linha de avaliação da banca examinadora do concurso, desta forma, você já fica familiarizado com a estrutura de prova.

Não perca tempo, antecipe seus estudos compre agora a Apostila da Prefeitura de João Monlevade aqui no Mercado Concursos! Somos líderes de mercado na Distribuição de apostilas para concursos fornecemos materiais com  alto índice de aprovação de nossos consumidores[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES” tab_id=”requisitos-e-atribuicoes” add_icon=”true”][vc_column_text]

Requisitos para ingresso : Ensino Médio Completo / Técnico

Descrição sintética das atribuições :

FISCAL AMBIENTAL : Trabalho que consiste na execução de tarefas relacionadas à inspeção e fiscalização
com o objetivo de fazer cumprir as normas derivadas do poder de polícia do Município,
no âmbito ambiental.

TAREFAS TÍPICAS: – Efetuar inspeção e fiscalização com o
objetivo de fazer cumprir as normas derivadas do poder de polícia do Município, no
âmbito ambiental; – Fiscalizar obras, edificações, empreendimentos, serviços e
atividades privadas ou públicas que são passíveis de avaliação ambiental, para verificar
o cumprimento das normas ambientais municipais, estaduais e federais vigentes; –
Fiscalizar a legalidade dos serviços de corte e poda de árvores, movimentação de solo,
deposição de resíduos, lançamento de efluentes nos recursos hídricos, emissão de
particulados na atmosfera, dentre outras formas de poluição, visando o controle
ambiental no município em áreas públicas e privadas;
– Emitir notificações, lavrar autos de infração, apreensão, de ocorrência, de advertência,
de embargo e de interdição; – Efetuar cálculos de multas por infração às normas
ambientais; – Zelar pelo cumprimento das normas ambientais em vigor, de maneira
educativa, sistemática e permanente, orientando o munícipe no cumprimento das
mesmas; – Atender representantes legais de pessoas físicas e jurídicas, para
esclarecimentos sobre ações fiscais e procedimentos a serem adotados para solução de
irregularidades; – Orientar o público sobre a observância de normas fiscais ambientais
pertinentes; – Elaborar relatórios e laudos de vistorias relativos a matérias relacionadas à
sua área, interpretando e aplicando leis e regulamentos; – Participar, analisar e orientar
programas de monitoramento da qualidade urbana e ambiental, bem como, os
programas de educação ambiental, arborização urbana e proteção dos recursos hídricos;
– Fazer relatório mensal de serviços prestados; – Executar outras atividades pertinentes.

FISCAL SANITÁRIO : Fiscalizar, orientar e autuar, quando necessário nos processos que interfiram na
qualidade da produção e comercialização de gêneros alimentícios, bem como sobre o
meio ambiente, no que diz respeito a foco de agentes que possam transmitir doenças.

TAREFAS TÍPICAS: Realizar a fiscalização sanitária de mercados, feiras, matadouros,
açougues e outros estabelecimentos comerciais; Desenvolver estudos, projetos e planos
destinados às ações de saúde pública e ao planejamento sanitário do Município;
Elaborar relatórios relativos a matérias relacionadas à sua área, interpretando e
aplicando leis e regulamentos; Planejar as atividades de educação sanitária a serem
executadas pela unidade; Orientar o pessoal das unidades sanitárias incumbido do
desenvolvimento de programas educativos destinados à profilaxia das doenças
transmissíveis, ao seu tratamento, à aplicação de cuidados de higiene pré-natal e infantil
e de normas sanitárias; Incentivar o trabalho educativo através de pequenos grupos de
líderes da comunidade; Encarregar-se do controle e distribuição de material impresso
educativo; Participar de campanhas de vacinação; Auxiliar na compilação, análise e
interpretação estatística dos dados que se relacionam com o desenvolvimento e as
necessidades dos serviços de educação sanitária; Fiscalizar as condições de higiene
relativas à comercialização de gêneros alimentícios em bares, restaurantes, lanchonetes
e estabelecimentos comerciais; – Exercer vigilância sobre o meio ambiente, no que diz
respeito a foco de agentes que possam transmitir doenças (depósitos, água, processos
de carborização, criação de animais, processos produtivos); Autuar, notificar, intimar e
lavrar auto de fiscalização dentro da competência que lhe é conferida pela legislação;
Realizar outras tarefas afins, de acordo com as tribulações próprias da Unidade
Administrativa e da natureza do seu trabalho.

MONITOR DE CRECHE : Desempenhar atividades de acompanhamento de crianças na faixa de zero a três anos,
orientar a construção do conhecimento, mobilizando as capacidades comunicativas no
desenvolvimento das atividades.

TAREFAS TÍPICAS: – selecionar métodos, técnicas,
materiais pedagógicos e de estimulação; – distribuir o material pedagógico segundo a
faixa etária; acompanhar a sua utilização e zelar pela sua guarda, com a participação da
criança; – estimular o desenvolvimento da criança, respeitando seus valores, sua
individualidade e sua faixa etária; – participar das reuniões de estudo em busca de uma
melhor qualidade no atendimento; – observar estado geral dos alunos (higiene, saúde
etc.); – acompanhar e assessorar o processo de alimentação, sono e higiene da criança;
– desenvolver atividades pedagógicas e recreativas com as crianças, observando e
registrando os fatos ocorridos durante a atividade, a fim de garantir o bem estar e o
desenvolvimento sadio das mesmas; – participar da manutenção das condições
ambientais; – executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade
associadas ao ambiente da escola; – seguir a proposta pedagógica da rede municipal de
ensino, respeitando as peculiaridades da unidade escolar, integrando-se à ação
pedagógica, como copartícipe na elaboração e execução do mesmo; – executar outras
atividades afins.

MONITOR PARA ATENDER ALUNO DEFICIENTE : Cuidar de alunos portadores de deficiência que estejam matriculados na rede municipal
de ensino.

TAREFAS TÍPICAS: – apoiar o processo de escolarização de um ou mais
alunos com deficiência (múltipla ou condutas típicas) que, em função da complexidade
do seu quadro clínico que requer cuidados específicos, em sala de aula, junto ao coletivo
de funcionários da escola; – orientar e auxiliar os alunos com deficiência no que se refere
a tutoria nas atividades de sala de aula e nos cuidados de higiene pessoal, alimentação
e locomoção de acordo com a necessidade da mesma; – participar ativamente das
atividades que acontecem na escola; – realizar outras atividades afins de acordo com as
atribuições próprias da escola e da natureza do trabalho. – seguir a proposta pedagógica
da rede municipal de ensino, respeitando as peculiaridades da unidade escolar,
integrando-se à ação pedagógica, como copartícipe na elaboração e execução do
mesmo.

OFICIAL ADMINISTRATIVO: Trabalho de escritório, de natureza complexa, que consiste em executar tarefas de
escrituração de responsabilidade e dificuldade, exigindo iniciativa para tomar pequenas
decisões.

TAREFAS TÍPICAS: Redigir informações, relatórios, submetendo-os ao
superior imediato; Executar tarefas de administração de pessoal, material, orçamento e
financeiro; Executar trabalhos de digitação relativos expedientes diversos; Elaborar
exposições de motivos, informações e outros expedientes decorrentes do
desenvolvimento dos trabalhos; Conferir, com o original, textos datilografados;
Preencher requisições e outros formulários, modelos e impressos; Classificar, protocolar
e arquivar papéis e outros documentos em ordem alfabética, numérica ou cronológica; –
Orientar e controlar a preparação dos serviços próprios da unidade que estiverem fora da
rotina normal; – Manter em ordem arquivos e fichários; – Encarregar-se do registro de
leis, decretos, portarias, etc. Bem como sua publicação; – Arquivar adequadamente os
documentos da unidade; – Fazer e conferir cálculos e colaborar no levantamento de
quadros, tabelas e mapas estatísticos referentes às atividades da unidade; – Orientar o
trabalho de funcionários de nível inferior; – Examinar processos de papeletas e dar
pareceres de certa complexidade, interpretando normas e regulamentos relacionados
com o Setor de trabalho; – Conferir e visar documentos preparados por outros
funcionários; – Minutar cartas, ofícios, memorandos, comunicações internas sobre
assuntos variados de competência da Unidade Administrativa; – Fazer e conferir cálculos
de maior complexidade; – Fornecer informações variadas ao público sobre assuntos
próprios do setor; – Realizar outras tarefas afins, de acordo com as atribuições próprias
da Unidade Administrativa e da natureza do trabalho.

TÉCNICO DE HIGIENE DENTARIA: Organizar, orientar e participar da supervisão e treinamento de pessoal auxiliar, realizar
tratamento odontológico simples, cuidar dos equipamentos e instrumental odontológico.

TAREFAS TÍPICAS: Participar das capacitações dos auxiliares de consultório dentário;
– Fazer aplicação tópica de substâncias, objetivando a prevenção da cárie dental; –
Ensinar métodos de higiene bucal, visando o auto controle da placa; – Inserir, condensar,
esculpir e polir materiais restauradores em cavidades preparadas pelo dentista, para
finalizar o serviço; – Fazer a tomada e revelação de radiografias intra-orais, para auxiliar
o diagnóstico; – Participar do treinamento de atendentes de consultórios dentários,
auxiliando os instrutores; – Promover programas educativos de saúde bucal; – Educar e
orientar os pacientes ou grupos de pacientes sobre prevenção e tratamento das doenças
bucais; – Colaborar nos levantamentos e estudos epidemiológicos sobre problemas de
saúde bucal, objetivando as soluções para os mesmos; – Preparar substâncias
restauradores para moldagens; – Conservar e manter os equipamentos e instrumental
odontológico, visando colocá-los em perfeitas condições de uso; – Fazer a tomada e
revelação de radiografias intra-orais; – Realizar a remoção de indutos, placas e cálculos
supra-gengivais; – Polir restaurações; – Proceder a limpeza e assepsia do campo
operatório, antes e após os atos cirúrgicos; – Confeccionar modelos e preparar
moldeiras; – Fornecer dados para levantamentos estatísticos; – Instrumentar o dentista
em seu trabalho junto ao paciente; – Realizar outras tarefas afins, de acordo com as
atribuições próprias da Unidade Administrativa e da natureza do trabalho.

TÉCNICO DE RADIOLOGIA : Executar exames radiológicos, posicionando adequadamente o paciente e acionando o
aparelho de raio X.

TAREFAS TÍPICAS: Conferir o pedido de raios X com o paciente;
– Registrar em livro próprio o pedido de raios X e o nome do paciente; – Selecionar os
filmes a serem utilizados, atendendo ao tipo de radiografia requisitada pelo médico, para
facilitar a execução do trabalho; – Colocar os filmes no chassi, posicionando-se e fixando
letras e números radiopacos no filme, para obter as chapas radiográficas;
– Preparar o paciente, fazendo-o vestir roupas adequadas e livrando-o de qualquer jóia
ou objeto de metal, para assegurar a validade do exame; – Colocar o paciente nas
posições corretas, medindo as distâncias para focalização da área a ser radiografada,
para obter chapas mais nítidas; – Acionar o aparelho de raios X, observando as
instruções de funcionamento, para provocar a descarga de radioatividade sobre a área a
ser radiografada; – Encaminhar o chassi com o filme a câmara escura, utilizando passachassi
ou outro meio, para ser feita a revelação do filme; – Registrar o número de
radiografias realizadas, discriminando tipos, regiões e requisitantes, para possibilitar a
elaboração do boletim estatístico; – Controlar o estoque de filmes, contrastes e outros
materiais de uso no setor, verificando e registrando gastos, para assegurar a
continuidade dos serviços; – Elaborar as substâncias reveladoras e fixadoras, diluindo
produtos químicos e segundo fórmulas apropriadas; – Submeter as chapas, retiradas dos
chassis, nas soluções de banho; – Proceder a secagem das chapas, fixando-as em
colgaduras e colocando-as em secadoras; – Substituir, periodicamente o líquido
revelador e fixador preparando novas soluções de acordo com fórmulas preestabelecidas
para possibilitar a maior nitidez das chapas ;- Manter a ordem e a higiene do ambiente
de trabalho, seguindo normas e instruções para evitar acidentes; – Colocar as
radiografias nos envelopes; – Manter registros e arquivos; – Encaminhar as radiografias
prontas ao médico-requisitante; – Realizar outras tarefas afins, de acordo com as
atribuições próprias da Unidade Administrativa e da natureza do seu trabalho.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM: Organizar, orientar e participar da supervisão e treinamento de pessoal; auxiliar na área
ambulatorial, controlar medicamentos, atender solicitações médicas, proferir palestras no âmbito de enfermagem.

TAREFAS TÍPICAS: Participar na supervisão e treinamento de
pessoal auxiliar na área ambulatorial na execução dos serviços, organizando e
distribuindo tarefas, acompanhando o atendimento individual ou em grupo de pacientes,
de acordo com programas preestabelecidos às ações preventivas e curativas de saúde; –
Executar ações de enfermagem, atendendo e preparando pacientes, aplicando injeções,
vacinas, soros, curativos, transfusões de sangue eplasma, aplicar sondas, raios
ultravioletas e infravermelhos, assim como acompanhar o tratamento, conforme
prescrição médica; – Auxiliar cirurgiões, como instrumentador, durante as intervenções;
– Fazer curativos pós-operatórios delicados e retirar pontos; – Auxiliar médicos na
assistência às gestantes em partos normais ou cesarianas; – Prestar os primeiros
cuidados aos recém-nascidos; – Elaborar planos de visitação domiciliar destinados à
orientação das atividades do visitador sanitário; – Aferir dados vitais de pacientes;
– Participar nas ações de vigilância epidemiológica, coletando notificações, orientando e
organizando equipes auxiliares na investigação de surtos, tabulando e analisando dados
de mortalidade; – Participar na elaboração de programa de treinamento de pessoal
auxiliar do sistema informal, organizando e fornecendo dados, visando o aprimoramento
e integração das ações de saúde, conscientizando a comunidade para o atendimento
das metas pré-estabelecidas; – Executar e acompanhar atividades domiciliares na
medicina do PSF; – Executar outras tarefas correlatas

TÉCNICO EM ENFERMAGEM DA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: Executar atividades profissionais típicas, regulamentadas no exercício da profissão;
contribuir, com seu conhecimento técnico, no desenvolvimento das ações da estratégia
saúde da família; participar ativamente na execução das atividades de promoção,
proteção e recuperação da saúde; executar outras atividades correlatas que lhe forem
atribuídas.

TAREFAS TÍPICAS: – participar do processo de territorialização e
mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos
expostos a riscos e vulnerabilidades; – manter atualizado o cadastramento das famílias e
dos indivíduos no sistema de informação indicado pelo gestor municipal e utilizar, de
forma sistemática, os dados para a análise da situação de saúde considerando as
características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do
território, priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local;
realizar o cuidado da saúde da população adscrita, prioritariamente no âmbito da
unidade de saúde, e quando necessário no domicílio e nos demais espaços comunitários
(escolas, associações, entre outros); – realizar ações de atenção a saúde conforme a
necessidade de saúde da população local, bem como as previstas nas prioridades e
protocolos da gestão local; – garantir da atenção a saúde buscando a integralidade por
meio da realização de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde e
prevenção de agravos; e da garantia de atendimento da demanda espontânea, da
realização das ações programáticas, coletivas e de vigilância à saúde; – participar do
acolhimento dos usuários realizando a escuta qualificada das necessidades de saúde,
procedendo a primeira avaliação (classificação de risco, avaliação de vulnerabilidade,
coleta de informações e sinais clínicos) e identificação das necessidades de
intervenções de cuidado, proporcionando atendimento humanizado, se
responsabilizando pela continuidade da atenção e viabilizando o estabelecimento do
vínculo; – realizar busca ativa e notificar doenças e agravos de notificação compulsória e
de outros agravos e situações de importância local; – responsabilizar-se pela população
adscrita, mantendo a coordenação do cuidado mesmo quando esta necessita de atenção
em outros pontos de atenção do sistema de saúde; praticar cuidado familiar e dirigido a
coletividades e grupos sociais que visa propor intervenções que influenciem os processos de saúde doença dos indivíduos, das famílias, coletividades e da própria
comunidade; – realizar reuniões de equipes a fim de discutir em conjunto o planejamento
e avaliação das ações da equipe, a partir da utilização dos dados disponíveis; –
acompanhar e avaliar sistematicamente as ações implementadas, visando à
readequação do processo de trabalho; – garantir a qualidade do registro das atividades
nos sistemas de informação na Atenção Básica; – realizar trabalho interdisciplinar e em
equipe, integrando áreas técnicas e profissionais de diferentes formações; – realizar
ações de educação em saúde a população adstrita, conforme planejamento da equipe;
participar das atividades de educação permanente; – promover a mobilização e a
participação da comunidade, buscando efetivar o controle social; – identificar parceiros e
recursos na comunidade que possam potencializar ações intersetoriais; e realizar outras
ações e atividades a serem definidas de acordo com as prioridades locais. participar das
atividades de atenção realizando procedimentos regulamentados no exercício de sua
profissão na Unidade de Saúde e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos
demais espaços comunitários (escolas, associações etc); – realizar atividades
programadas e de atenção à demanda espontânea;realizar ações de educação em
saúde a população adstrita, conforme planejamento da equipe; participar do
gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da Unidade de
Saúde; e contribuir, participar e realizar atividades de educação permanente.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO : Trabalho que consiste na realização de tarefas intimamente relacionadas ao zelo pela
segurança dos servidores públicos nos diversos órgãos da administração Municipal,
através de inspeção, fiscalização e tomada de atitudes de prevenção dos acidentes.

TAREFAS TÍPICAS: – Inspecionar obras, serviços, instalações e equipamentos da
Administração e outros locais, observando as condições de segurança, higiene e
ambiente de trabalho, para determinar fatores de risco de acidentes; – Estabelecer
normas e dispositivos de segurança, sugerindo eventuais modificações nos
equipamentos e instalações, verificando sua observância para prevenir acidentes;
– Investigar acidentes ocorridos examinando as condições da ocorrência para identificar
suas causas e propor as providências cabíveis; – Elaborar estatísticas de acidente para
obter subsídios destinados à melhoria das medidas de segurança;
– Instruir os serviços da Administração sobre normas de segurança e demais medidas de
prevenção de acidentes; – Participar de reuniões da CIPA sobre segurança do trabalho,
fornecendo dados relativos ao assunto, apresentando sugestões e analisando a
viabilidade de medidas de segurança propostas; – Promover e incentivar à participação
em campanhas prevencionistas em conjunto com o Médico do Trabalho e o Engenheiro
de Segurança do Trabalho, respectivamente; – Promover a elaboração de programas de
treinamento dos servidores em segurança do trabalho; – Selecionar, indicar e
providenciar material didático de apoio aos cursos e treinamentos em segurança do
trabalho; – Organizar e orientar o funcionamento das Comissões Internas de Prevenção
de Acidentes; – Constituir e organizar o acervo bibliográfico referente aos assuntos de
sua área de atuação; – Elaborar relatórios mensais e analisar os resultados dos planos e
programas implantados; – Elaborar relatório com a matéria relacionada com sua área,
interpretando e aplicando leis e regulamentos; – Realizar outras atribuições correlatas ao
cargo.

EDUCADOR SOCIAL/CUIDADOR : Trabalho que consiste em executar tarefas elementares, tais como: cuidar de crianças/
adolescentes e pessoas com necessidades especiais, zelando e contribuindo pela sua
integridade, realizando atividades diuturnamente que permitam o desenvolvimento físico,
emocional, orgânico e social.

MONITOR DE ATIVIDADES: Trabalho que consiste na execução de tarefas relacionadas a orientação e apoio às
atividades lúdicas e pedagógicas que possibilitam a aprendizagem de
crianças/adolescentes e pessoas com necessidades especiais .

SECRETARIA: Trabalho que consiste em realizar atividades administrativas, recepcionar, secretariar,
preparar, escriturar, registrar, arquivar, digitar documentos e auxiliar nas atividades
diárias de escritório.

FISCAL GERAL DE ÁGUAS E ESGOTOS: Trabalho que consiste na execução de tarefas relacionadas a
inspeção e fiscalização com o objetivo de cumprir as normas do
DAE.

LEITURISTA; Trabalho que consiste na leitura de hidrômetros, atraves de
operação de equipamento computador de mão (Palm).Entregar ao
usuário as respectivas faturas, avisos e impressos diversos, bem
como entregar notificações referentes ao consumo excessivo de
água, substituição ou adulteração de hidrômetros e ligações
clandestinas de ramais de água.

TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO: Trabalho que consiste na realização de tarefas relacionadas ao
zelo pela segurança dos servidores da Autarquia, atraves de
inspeção, fiscalização e tomada de atitudes de prevenção dos
acidentes.

TÉCNICO QUÍMICO ; Realizar tarefas de caráter técnico relativas à programação,
processamento e controle de produtos químicos, para possibilitar a
realização de processos de transformação e identificação físicoquímicos
de parâmetros de água bruta e tratada, monitorando a
qualidade da mesma, distribuida a partir da ETA. Monitorar a
qualidade das águas dos poços artesianos utilizados pela
Autarquia. Monitorar os parâmetros físico-químicos dos esgotos e
seus resíduos nas ETEs

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”SOBRE A INSTITUIÇÃO” tab_id=”sobre-a-instituicao” add_icon=”true”][vc_column_text]

Conhecendo João Monlevade:

João Monlevade é um município brasileiro situado no interior do estado de Minas Gerais. Pertence à Microrregião de Itabira e Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte, localizando-se a leste da capital do estado, distando desta cerca de 110 km. Ocupa uma área de 99,283 km².

Em 2011 sua população foi estimada pelo IBGE em 74 141 habitantes, sendo que em 2010 era o 47º mais populoso de Minas Gerais e o segundo de sua microrregião.

A sede tem uma temperatura média anual de 20,1 °C e na vegetação do município predomina a Mata Atlântica. Em relação à frota automobilística, em 2010 foram contabilizados 28 023 veículos.

Com uma taxa de urbanização da ordem de 99 %, Monlevade contava em 2009 com 54 estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,807, considerando elevado se comparado ao país.

João Monlevade foi emancipada no século XIX, tendo como principal fator de seu desenvolvimento a instalação da ArcelorMittal Aços Longos (antiga Belgo-Mineira), em 1921. Atualmente é formada por quase sessenta bairros, contando com diversos atrativos naturais, históricos e culturais, como a Matriz São José do Operário, construída na década de 1940; e a Forja Catalã, com a imponente e famosa sede (Fazenda Solar), construída para abrigar Jean-Antoine Félix Dissandes de Monlevade, homem que desbravou a região e a quem o atual nome do município homenageia.

brasao_joão_monlevade

O Brasão

O Brasão Municipal é do Tipo do escudo português, nas cores verdes e marrom, representando o ferro e as matas de onde se extrai o carvão. O Brasão é reto, com base semi circular, tendo ao centro o mapa representativo do Município, e, no interior, há a figura de um operário retirando a amostra de aço durante o lingotamento; em cima, há uma coroa mural, representando a autonomia municipal: e, de cada lado do Brasão, há uma coroa mural, em cor cinza metálico, que representa a metabilidade do aço: em cada ornato há uma pequena faixa na qual se inserem as datas 1935 e 1964, representando a fundação e emancipação do município. Na parte inferior, há uma faixa de cor amarelo-ouro com as inscrições abaixo: Fraternidade, Trabalho, e Prosperidade.
(Lei n° 249, de 15 de Janeiro de 1971 – Art. 30).

bandeira-joão-monlevadeA Bandeira

A bandeira do Município é formada por dois trapézios e um triângulo, sendo os dois trapézios iguais, ligados através de suas base menores e tendo maiores as duas bordas horizontais da bandeira.. O trapézio superior é de cor verde e o inferior, marrom,: o triângulo é de cor branca tendo por base a borda vertical da bandeira e o vértice oposto à base coincidente com o centro da mesma: no interior deste triângulo, existe um triângulo eqüilátero, centralizado, de cor vermelha, com a base horizontal, e, junto ao lado esquerdo, um homem com chapéu alado, que representando o comércio, e junto ao lado direito, uma engrenagem, representando a industria.

(Lei n° 249, de 15 de Janeiro de 1971)

 Referências ( Prefeitura de João Monlevade / IBGE)

[/vc_column_text][/vc_tta_section][/vc_tta_tour][/vc_column][/vc_row]