Apostila Prefeitura de Arcoverde / PE – Agente de Endemias

Apostila Prefeitura de Arcoverde / PE – Agente de Endemias

Apostila Concurso Arcoverde – Agente de Endemias
Editora
: Nova| Edição : Julho de 2016

Páginas :288|Disponibilidade :Pronta Entrega

R$26,90R$34,90

Limpar
REF: N/A Categoria
  • Descrição
  • Informação adicional

Descrição

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Adquira ja a sua Apostila Prefeitura de Arcoverde PE – Agente de Endemias

Material indispensável para o aqueles que almejam a se preparar para o próximo Concurso da Prefeitura Municipal de Arcoverde.

modelo1Antecipe seus estudos Prepare-se com o Melhor conteúdo !
Apostila elaborada para a prova da Prefeitura de Arcoverdecom foco ao cargo de Agente de Combate a Endemias

A Apostila Prefeitura de Arcoverde 2016 foi totalmente revista e atualizada conforme o edital de Julho de 2016 contendo 288 páginas sendo disponibilizada nas versões : impressa ( formato livro enviado pelos correios) ou digital pdf download (um link e liberado para baixar o material podendo estudar em seu iPad, Tablet, PC e Notebook)

No Mercado Concursos você pode comprar a Apostila da Prefeitura de Arcoverde, com total segurança e comodidade, através de cartões de crédito (a vista ou parcelado sem jurosou boleto bancário (a vista), oferecemos os melhores e mais seguros meios de pagamentos da internet como PagSeguro do UOL, Mercado Pago, Bcash, e Moip.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_tta_tour active_section=”1″ title=””][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-rocket” n_fontawesome=”fa fa-rocket” title=”OBJETIVO” tab_id=”concurso” add_icon=”true”][vc_column_text]

Concurso Prefeitura de Arcoverde / PE 2016

Cargo : AGENTE DE COMBATE A ENDEMIAS
Inscrições: 24/07 a 05/08/2016
Salário: R$  1.014,00 Provas :18/09/2016
Nível : Médio
Vagas : 52
Organizadora: Prefeitura de Arcoverde  Taxa de Inscrição: R$ 20,00

Aberto concurso público para Prefeitura de Arcoverde / PE, para o cargo de Agente de Combate a endemias

São 52 vagas, com remuneração de R$  1.014,00 ecarga horária de 40 horas diárias. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

Foram reabertas as inscrições suplementares para todos os cargos no período de 25 de julho de 2016 a 5 de agosto de 2016, na Sede da Secretaria de Administração de Arcoverde ou via postal, mediante entrega dos documentos especificados no edital, e pagamento da taxa de participação no valor de R$ 20,00, por depósito bancário.

A prova está prevista para ser realizada no dia 11 de setembro de 2016.

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-pencil” title=”CONTEÚDO” tab_id=”materias” add_icon=”true”][vc_column_text]O Conteúdo da Apostila Prefeitura de Arcoverde – PE – Agente de Endemias Contempla :

– Lingua Portuguesa
– Matemática
– Conhecimentos gerais e do Município de Arcoverde
– Conhecimentos Específicos

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-book” title=”PROGRAMAÇÃO COMPLETA” tab_id=”conteudo-programatico” add_icon=”true”][vc_column_text]Conteúdo programático completo da Apostila Prefeitura de Arcoverde – PE – Agente de Endemias.

Língua Portuguesa (Para todos os cargos): 1. Ortografia oficial. 2. Acentuação gráfica. 3.
Pontuação. 4. Compreensão, interpretação e reescrita de textos e de fragmentos de textos, com
domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas. 5. Tipologia
Textual. 6. Coesão e coerência. 7. Formação, classe e emprego de palavras. 8. Significação de
palavras. 9. Coordenação e Subordinação. 10. Concordância nominal e verbal. 11. Emprego do
sinal indicativo de crase. 12. Regência Nominal e Verbal.

Matemática (Para todos os cargos): 1. Números inteiros, racionais e reais; problemas de
contagem. 2. Sistema legal de medidas. 3. Razões e proporções; divisão proporcional; regras de
três simples e composta; porcentagens. 4. Equações e inequações de 1º e 2º graus; sistemas
lineares. 5. Funções; gráficos. 6. Sequências numéricas. 7. Progressão aritmética e geométrica

Conhecimentos Gerais (Para todos os cargos): 1. Acontecimentos e fatos relevantes e
atuais do contexto internacional, nacional, estadual e do município de Arcoverde-PE nas
seguintes áreas: política, economia, sociedade, educação e saúde. 2. Meio ambiente: problemas
e impactos ambientais globais e locais. 3. Evolução histórica, geográfica, econômica, política e
cultural do município de Arcoverde. 4. Relações Humanas no trabalho, na família e na
comunidade.

Conhecimentos Específicos – Agente de Endemias: 1. Noções básicas sobre doenças
transmissíveis e não transmissíveis. 2. Noções básicas sobre medidas de prevenção para
controle de doenças transmissíveis. 3. Noções básicas sobre doenças de transmissão por vetores.
4. Noções básicas sobre medidas de prevenção para controle de doenças transmitidas por
vetores. 5. Conhecer nominalmente doenças de notificação obrigatória. 6. Conhecer esquema
básico de vacinação obrigatório no primeiro ano de vida. 7. Conhecimentos específicos do
cargo: questões básicas de saúde sobre vida em comunidade e sobre o Programa Agente
Comunitário de Saúde.

[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-star” title=”DIFERENCIAIS” tab_id=”diferenciais” add_icon=”true”][vc_column_text]A Apostila Prefeitura de Arcoverde foi atualizada com base no edital publicado recentemente o que torna o seu conteúdo atual e relevante.

Não basta estudar, coloque em prática seus conhecimentos, o  material conta com exercícios que seguem a linha de avaliação da banca examinadora do concurso, desta forma, você já fica familiarizado com a estrutura de prova.

Não perca tempo, antecipe seus estudos compre agora a Apostila para Prefeitura de Arcoverde aqui no Mercado Concursos! Somos líderes de mercado na Distribuição de apostilas para concursos fornecemos materiais com  alto índice de aprovação de nossos consumidores[/vc_column_text][/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES” tab_id=”requisitos-e-atribuicoes” add_icon=”true”][vc_column_text]

Requisitos para ingresso :  ensino médio completo

agente_de_endemiasSão atribuições do Agente de Endemias:
a) O exercício de atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde, mediante
ações de controle de endemias e seus vetores, abrangendo atividades de execução de
programas de saúde desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob a
supervisão do Gestor Municipal;
b)
c) Executar atividades de controle de vetores com a principal função de descobrir focos,
destruir e evitar a formação de criadouros, bem como impedir a reprodução de vetores;
d)
e) Identificar situações de risco individual e coletivo;
f)
g) Identificar e estimular os potenciais de saúde da comunidade;
h)
i) Auxiliar as pessoas e os serviços na promoção e proteção da saúde;
j)
k) Promover ações de educação em saúde com indivíduos, famílias e grupos
comunitários;
l)
m) Orientar e encaminhar pessoas que demandem cuidados em saúde;
n)
o) Realizar e registrar visitas domiciliares de acordo com metas estabelecidas por bairros;
p)
q) Notificar aos serviços de saúde as doenças que necessitam vigilância;
r)
s) Estimular a participação comunitária em ações de saúde;
t) Preencher formulários dos sistemas de informações pertinentes ao Programa de
Controle de Endemias;
u) Atuar no controle das doenças endêmicas e epidêmicas, assim como, identificar as
condições ambientais e sanitárias que constituem risco para saúde da comunidade,
informando a equipe de saúde e a população, como também buscar soluções coletivas,
colaborar com ações de vigilância sanitária e de melhoria do meio ambiente;
v) Além de outras que lhe venham a ser cometidas por normas locais, federais ou
estaduais

[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-user” title=”SOBRE A INSTITUIÇÃO” tab_id=”sobre-a-instituicao” add_icon=”true”][vc_column_text]

Conhecendo Arcoverde:

No alvorecer dos 1800, em plena caatinga entre a serra de Aldeia Velha e Caiçara, outrora habitada pelos índios de Ararobá, entre os quais, os Xucurus, começou a surgir um arruado, que daria origem a Olho d’Água. As fazendas de gado se desenvolviam.

Quando o português, Leonardo Pacheco Couto chegou para comandar sua fazenda Santa Rita, em 1812, mandou construir uma igrejinha em homenagem a Nossa Senhora do Livramento. Ali, em 1843, foram realizados os primeiros registros dos batizados.

Somente na metade daquele século é que teve o início do caminho das boiadas, com a construção de estrada àquela povoação desde a vila de Pesqueira. Em 1867, a capela sofreu a primeira reconstrução. Neste ano, os registros da igreja mostram a povoação com o seu segundo nome, Olho d’ Água dos Bredos. Em 1909 o povoado foi elevado à condição de vila e em 1912 teve o seu nome alterado para Barão do Rio Branco, que ficou sendo chamado, pelo costume popular, de Rio Branco, logo após a chegada da linha férrea, o primeiro fator de desenvolvimento.

Em 11 de setembro de 1928, Rio Branco é transformada em cidade, sendo incorporada pela fazenda Tatu, de Buíque e depois Ipojuca, de Pesqueira.

Em 1943, o município tem seu topônimo mudado para Arcoverde, em homenagem a D. Joaquim Arcoverde Albuquerque Cavalcanti, 1º Cardeal do Brasil e da América Latina.

Formação Administrativa

1909 – A lei estadual nº 991 de 1º de Julho eleva a povoação de Olho d’Água dos Bredos a categoria de vila;

1912 – Após a morte de José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco, em 10 de fevereiro e a chegada dos trilhos em 13 de maio, Olho d’ Água dos Bredos recebe o nome de Rio Branco, ainda pertencente ao município de Cimbres;

1928 – Rio Branco é elevada à condição de cidade e sede do município, pela lei estadual nº 1931 de 11 de setembro de 1928, que passou a ser aplicada em 1 de janeiro de 1929;

1943 – Rio Branco tem seu nome mudado para Arcoverde em homenagem a D. Joaquim Arcoverde Albuquerque Cavalcanti, 1º Cardeal do Brasil e da América Latina, que nasceu na Fazenda Fundão, deste município. Isto se deu pelo decreto Lei Estadual nº 952 de 31 de dezembro daquele ano de 1943, assinado por Júlio Celso de Albuquerque Belo, presidente da Câmara Estadual e titular do governo estadual na ocasião.
Fonte: Histórias da Região – Pedro Salviano Filho (http://tinyurl.com/3ezlovk)

[/vc_column_text][/vc_tta_section][/vc_tta_tour][/vc_column][/vc_row]