Blog

O que cai na Prova da SEDUC-MT

O que cai na Prova da SEDUC-MT

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer do Mato Grosso (Seduc-MT) lançou, por meio do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), um grande edital com normas para realização do concurso público destinado ao preenchimento de 5.748 vagas em diversos cargos de ensino superior, médio e fundamental do órgão, com lotação em diversos municípios do estado. Veja o edital completo aqui no site no fim da notícia.

Os aprovados e nomeados serão regidos pelos preceitos estatutários e 10% das vagas serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência. Todos os cargos terão jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Oportunidades

Nível superior – Professor de Artes (216), Professor de Biologia (38), Professor de Ciências Físicas e Biológicas (110), Professor de Educação Física (128), Professor de Filosofia (72), Professor de Física (145), Professor de Geografia (232), Professor de História (227), Professor de Inglês (181), Professor de Espanhol (88), Professor de Língua Portuguesa (310), Professor de Matemática (339), Professor de Química (138), Professor de Sociologia (103) e Professor de Pedagogia (997). Os professores têm salários iniciais de R$ 3.640,34, chegando a R$ 8.875,13 na Classe E – nível 12.
Nível fundamental – Apoio Administrativo Educacional – Manutenção de Infraestrutura/Limpeza (535), Merendeira (528) e Vigia (433). Os cargos de nível fundamental têm vencimentos iniciais de R$ 1.167,12, chegando a R$ 3.858,71 na progressão da classe B – nível 12.Nível médio – Técnico Administrativo Educacional (928). Os técnicos terão vencimentos de R$ 1.456,11 no início da carreira, podendo alcançar R$ 7.802,38 na classe D – nível 12.

Inscrição Seduc-MT

As inscrições para o concurso público serão realizadas pela internet, no site www.ibfc.org.br partir da 09h do dia 10 de julho até às 22h59min do dia 15 de agosto de 2017. O valor de inscrição será de R$ 43,00 para cargos de nível fundamental, R$ 63,00 para nível médio e de R$ 91,00 para cargos de nível superior.

O que cai na Prova da SEDUC-MT 
O concurso constará de prova objetiva para todos os cargos, com questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Legislação básica, História e Geografia do estado de Mato Grosso entre outras disciplinas. Haverá ainda prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para Professores e Técnico Administrativo Educacional, e avaliação didática e de títulos, de caráter classificatório, apenas para professores.
As prova objetiva e a prova discursiva serão realizadas no dia 17 de setembro para os professores e no dia 24 de setembro para os demais cargos, nas cidades de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Confresa, Cuiabá, Diamantino, Juara, Juína, Matupá, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sinop e Tangará da Serra.
O cartão de convocação para as provas contendo o local, a sala e o horário de realização será disponibilizado no site do IBFC, a partir de 11 de setembro.
O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer do Mato Grosso.
As oportunidades estão distribuídas entre as cidades de Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Alto Taquari, Alto Garças, Araputanga, Arenápolis, Aripuana, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Canabrava do Norte, Campos de Júlio, Canarana, Carlinda, Colíder, Castanheira, Colniza, Comodoro, Confresa, Cláudia, Cotriguaçu, Cuiabá, Diamantino, Denise, Dom Aquino, Feliz Natal, Gaúcha do Norte, Guarantã do Norte, Guiratinga, Ipiranga do Norte, Itaúba, Itanhangá, Juscimeira, Jaciara, Juara, Juína, Juruena, Lambari d’oeste, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Mirassol d’oeste, Nobres, Nortelândia, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Nova Marilândia, Nova Maringá, Nova Monte Verde, Nova Olímpia, Nova Xavantina, Novo Santo Antônio, Paranaita, Paranatinga, Pedra Preta, Peixoto de Azevedo, Planalto da Serra, Pocone, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Querência, Ribeirão Cascalheira, Rondonópolis, Santo Antônio do Leverger, São José do Rio Claro, São José dos Quatro Marcos, Sapezal, Serra Nova Dourada, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Tapurah, União do Sul, Várzea Grande, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica.


Agora vamos a luta Pegue ja sua Apostila e prepare-se para a Prova da SEDUC-MT

Read more...

O que cai na Prova Concurso UPE

O que cai na prova Concurso UPE

Seguem abertas as inscrições para o concurso público da Universidade de Pernambuco (UPE).

O certame oferece 388 vagas para candidatos de nível médio e superior com salários de até R$ 4,5 mil!

Se você pretende concorrer é melhor começar a estudar agora, para isso saiba o que será cobrado na prova!

  • Apostila UPE 2017 – Assistente Administrativo

    0 out of 5

    Apostila UPE 2017 – Assistente Administrativo
    Concurso Universidade de Pernambuco
    Editora
    : Nova| Edição : Junho de 2017

    Páginas : 336 |Disponibilidade : Impressa / Digital PDF Download

    R$33,90R$47,90
  • Apostila UPE 2017 – Enfermeiro

    0 out of 5

    Apostila UPE 2017 – Enfermeiro
    Concurso Universidade de Pernambuco
    Editora
    : Nova| Edição : Junho de 2017

    Páginas : ____ |Disponibilidade : Impressa ou Digital PDF Download

    Produto em Pré-Venda!
    Envio a partir de 03/07/2017

    R$52,90

Como fazer a inscrição?

As inscrições estão abertas até 16 de julho de 2017. Para participar basta acessar o site da da própria Universidade, UPENET.

O valor da taxa varia de R$ 70,00 (médio) a R$ 100,00 (superior).

Como será a Prova?

A avaliação será por meio de prova objetiva, estruturada com questões do tipo múltipla escolha, para todos os cargos.

Além de prova de títulos para os cargos de nível superior de Analista Técnico em Gestão Universitária e Médico.

A data prevista para a aplicação da prova objetiva é dia 27 de agosto de 2017, nos municípios de Recife, Nazaré da Mata, Garanhuns, Caruaru, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina, em locais e horários que serão divulgados no dia 07 de agosto de 2017.

Conheça o Conteúdo Programático da prova objetiva para o cargo de Assistente Administrativo, com exigência de nível médio. Para os demais cargos confira o edital.

O que cai na Prova?

Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos; Tipologia Textual; Ortografia oficial; Acentuação gráfica; Emprego das classes de palavras; Emprego do sinal indicativo de crase; Sintaxe da oração e do período; Pontuação; Concordância nominal e verbal; Regência nominal e verbal; Significação das palavras; Redação de correspondências oficiais.

Raciocínio Lógico: Compreensão de estruturas lógicas; Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões; Diagramas lógicos; Princípios da contagem e probabilidade.

Conhecimentos Específicos

Cargo de Assistente Administrativo: Lei nº 9.784, de 29/01/1999; Redação oficial (Manual da Presidência da República); Noções de arquivologia – Fundamentos e princípios arquivísticos. Classificação dos documentos. Protocolo, registro, tramitação, expedição, arquivamento. Noções de conservação e preservação de acervos documentais. Comunicação Interpessoal: barreiras, uso construtivo, comunicação formal e informal. Gestão de Pessoas: conceitos, avaliação de desempenho, trabalho em equipe, motivação, liderança e gerenciamento de conflitos. Noções de Informática: Noções básicas de sistemas operacionais; Sistema operacional MS Windows; Pacote de aplicativos MS Office (Word, Excel); 8. Serviço de Internet (conceitos básicos, correio eletrônico, navegação, acesso remoto, transferência de arquivos, busca). Conceitos e comandos de editor de textos. 10. Conceitos e comandos de planilha eletrônica.

Critérios de Desempate

Em caso de igualdade de pontuação, os seguintes critérios de desempate serão utilizados:

– Idade mais avançada.

– Maior pontuação nas questões de Conhecimentos Específicos, da Prova Escrita Objetiva de Conhecimentos;

– Maior pontuação na Prova de Títulos;

– Ter sido jurado – Lei Federal nº 11.689, de 2008 que alterou o art. 440 do CPP.

Read more...

Apostila Concurso Prefeitura de Itapetininga 2017- Dux Concursos

Apostila Concurso Prefeitura de Itapetininga 2017- Dux Concursos.

Dux Concursos Pública Edital com 50 Vagas para Professor, Auxiliar de Educação e Auditor.

São disponibilizadas vagas nos cargos de Auditor de Controle Interno (5 vagas), Diretor de Educação Básica (2 vagas), Professor de Educação Básica I Educação Infantil (10 vagas), Professor de Educação Básica I Educação Fundamental (10 vagas), Professor de Educação Física (1 vaga), Auxiliar de Educação (20 vagas), e Auxiliar Administrativo Escolar (2 vagas).

Os profissionais devem atuar em jornadas de 20h a 40h semanais, e vão receber salários que variam de R$ 977,00 a R$ 2.566,00, conforme especifica o edital disponível em nosso site.

As inscrições serão realizadas via internet no site www.duxconcursos.com.br. até o dia 09 de janeiro de 2017. É necessário efetuar o pagamento da taxa para garantir a participação, os valores vão de R$ 9,00 a R$ 12,50.

No dia 12 de fevereiro de 2017 está prevista a realização da Prova Objetiva que vai classificar os candidatos inscritos. Em alguns casos haverá também a Prova de Títulos.

Este Concurso tem validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação, prorrogável uma única vez, por igual período.

Editais e publicações

Data de publicação
Edital Concurso Público – RESUMIDO 17/12/2016 00:00
Edital Concurso Público – COMPLETO 17/12/2016 00:00

Cargos e vagas

Número de vagas Valor de inscrição
Auditor de Controle Interno – Administração de Empresas 1 R$ 12,50
Auditor de Controle Interno – Ciências Contábeis 1 R$ 12,50
Auditor de Controle Interno – Ciências Econômicas 1 R$ 12,50
Auditor de Controle Interno – Direito 1 R$ 12,50
Auditor de Controle Interno – Engenharia 1 R$ 12,50
Auxiliar Administrativo Escolar 2 R$ 9,00
Auxiliar de Educação 20 R$ 9,00
Diretor de Educação Básica 2 R$ 12,50
Professor de Educação Básica I Educação Fundamental 10 R$ 12,50
Professor de Educação Básica I Educação Infantil 10 R$ 12,50
Professor de Educação Física 1 R$ 12,50
Read more...

Apostila TRE SP 2016 – Técnico Judiciário

Aqui esta as Melhores Apostilas TRE SP 2016.
Adquira já a sua Apostila TRE SP 2016 – Técnico Judiciário

Aberto concurso público para Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo / TRE-SP, para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa.

São 05 vagas, com remuneração de R$ 5.934,15 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas,www.concursosfcc.com.br, no período de 12 de setembro de 2016 a 11 de novembro de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 70,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 12 de fevereiro de 2016.

Conteúdo da Apostila TRE SP – Técnico Judiciário – Área: Administrativa Contempla :

Conhecimentos básicos
Português
Noções de informática
Normas aplicáveis ao servidores públicos federais
Regimento interno do TRE-SP

Conhecimentos específicos
Noções de Direito Administrativo
Noções de Direito Constitucional
Noções de Direito Eleitoral

Testes com respostas de todas as matérias.

[porto_product_category view=”grid” category=”tre-sp-tribunal-regional-eleitoral-de-sao-paulo”]

Read more...

O que cai na prova do TRE SP

O que cai na prova do TRE SP

[su_accordion]
[su_spoiler title=”SOBRE O CONCURSO” style=”fancy”]

Foi divulgado na manhã desta terça-feira, 30 de agosto de 2016, no Diário Oficial da União, o edital que rege o Concurso Público do Tribunal Eleitoral do Estado de São Paulo (TREo-que-cai-na-prova-do-tre-sp – SP).

Este certame está sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas, e visa o provimento de cargos efetivos, de nível médio e nível superior, do Quadro de Pessoal deste Tribunal.

Para os candidatos de nível superior as opções estão disponíveis nas funções de Analista Judiciário nas áreas Judiciária (2 vagas), Administrativa (1 vaga), Apoio Especializado – Especialidades: Análise de Sistemas (1 vaga), Assistência Social (CR), Medicina – Clínica Médica (CR), Psicologia (CR), Relações Públicas (1 vaga), Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade (2 vagas).

Já quem tem nível médio pode se inscrever para os cargos de Técnico Judiciário – Área Administrativa (5 vagas), Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Artes Gráficas (CR), Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem (1 vaga), Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Programação de Sistemas (1 vaga), e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Operação de Computadores (CR).

A remuneração dos profissionais aprovados varia de R$ 5.934,15 a R$ 9.736,27, já acrescido de gratificação de atividade jurídica, e a jornada de trabalho preestabelecida é de 40 horas semanais, porém as especialidades de Medicina e Assistência Social possuem jornada diferenciada de 20 e 30 horas, respectivamente, de acordo com a legislação vigente.

Os convocados para os cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária, Analista Judiciário – Área Administrativa e Técnico Judiciário – Área Administrativa serão lotado nos Cartórios Eleitorais do Estado ou na Secretaria do TRE-SP, obedecendo rigorosamente a ordem de classificação no concurso público, e as demais funções devem atuar na Secretaria do TRE-SP. 1

As inscrições ficarão abertas, exclusivamente, via Internet no site da empresa organizadora (www.concursosfcc.com.br), no período de 10h do dia 12 de setembro de 2016 às 14h do dia 11 de novembro de 2016 (horário de Brasília). Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de GRU nos valores de R$ 85,00 para os cargos de Analista Judiciário e R$ 70,00, para Técnico Judiciário.

Se você deseja solicitar a isenção saiba que é necessário comprovar que está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, e ser membro de família de baixa renda. Os pedidos devem ser enviados entre os dias 12 a 16 de setembro de 2016.

Para classificar os inscritos neste Concurso está prevista a realização de Prova Objetiva, e em alguns casos Discursiva – Redação ou Estudo de Caso, ambas de caráter Habilitatório/ Classificatório. A aplicação destas avaliações deve ocorrer em 12 de fevereiro de 2017, na cidade de São Paulo – SP conforme opção de cargo indicado pelo candidato no formulário de inscrição.

Com validade de dois anos, este Concurso pode ser prorrogado por igual período a critério do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

[/su_spoiler]
[su_spoiler title=”CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: TÉCNICO DO TRE” style=”fancy”]

Português
Ortografia oficial.
Acentuação gráfica.
Flexão nominal e verbal.
Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação.
Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo.
Concordância nominal e verbal.
Regência nominal e verbal.
Crase.
Pontuação.
Compreensão e interpretação de textos.
Tipologia textual.
Redação de correspondência oficial.
Sintaxe da oração e do período.

Noções de Informática
Conceitos básicos de software e hardware.
Noções do ambiente Windows XP, Editor de texto Word.
Conceitos de Internet e Intranet. Internet Explorer. Correio eletrônico (web mail). Cópias de Segurança
(backup).
Conceito e organização de arquivos (pastas/diretórios).
Noções básicas de armazenamento de dados.

Noções de Arquivologia
Conceitos fundamentais de Arquivologia.
O gerenciamento da informação e a gestão de documentos: diagnósticos; arquivos correntes e
intermediário; protocolos; avaliação de documentos; arquivos permanentes.
Tipologias documentais e suportes físicos: microfilmagem; automação; preservação, conservação e
restauração de documentos.

Noções de Direito Constitucional
Constituição: conceito e poder constituinte.
Dos princípios fundamentais.
Dos direitos e garantias fundamentais.
Da organização do Estado: Da organização Político-Administrativa; Da União; Dos Estados Federados; Dos
Municípios; Do Distrito Federal e dos Territórios;
Da Administração Pública (Disposições Gerais; Dos Servidores Públicos).
Da Organização dos Poderes: Do Poder Legislativo; Do Poder Executivo; Do Poder Judiciário (Disposições
Gerais; Do Supremo Tribunal Federal; Do Superior Tribunal de Justiça; Dos Tribunais Regionais Federais e dos Juízes Federais; Dos Tribunais e Juízes Eleitorais; Dos Tribunais e Juízes dos Estados);
Das Funções Essenciais à Justiça.

Noções de Direito Eleitoral
Conceito e fontes.
Código Eleitoral (Lei n° 4.737/1965 e alterações posteriores): Introdução; Dos órgãos da Justiça Eleitoral;
Dos recursos (Disposições preliminares).
Resolução TSE n° 21.538/2003 e alterações posteriores
Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar n° 64/1990 e alterações posteriores): arts. 2°; 3°; 15 a 22; 24 e
25.
Lei dos Partidos Políticos (Lei n° 9.096/1995 e alterações posteriores): Disposições preliminares; Da
organização e funcionamento dos partidos políticos (Da criação e do registro dos partidos políticos; Da
filiação partidária; Da fusão, incorporação e extinção dos partidos políticos); Das finanças e contabilidade
dos partidos (Da prestação de contas); Do acesso gratuito ao rádio e à televisão.
Lei das Eleições (Lei n° 9.504/1997 e alterações posteriores): Disposições gerais; Das coligações; Das
convenções para a escolha de candidatos; Do registro de candidatos; Da arrecadação e da aplicação de
recursos nas campanhas eleitorais; Da prestação de contas; Da propaganda eleitoral em geral; Da
propaganda eleitoral na imprensa; Da propaganda eleitoral no rádio e na televisão; Do direito de resposta;
Do sistema eletrônico de votação e da totalização dos votos; Das condutas vedadas aos agentes públicos em
campanhas eleitorais; Disposições finais.
Lei n° 6.091/1974 e alterações posteriores.

Noções de Direito Administrativo
Administração pública: organização administrativa (administração direta e indireta, entidades
paraestatais)
Agentes públicos.
Princípios básicos da administração pública.
Atos administrativos: conceito, requisitos, atributos, classificação, espécies, revogação, anulação e
invalidação.
Improbidade administrativa (Lei n° 8.429/1992)
Licitação: conceito, finalidades, dispensa, inexigibilidade e modalidades
Contratos administrativos: conceito, peculiaridades, espécies
Processo Administrativo na Administração Pública Federal (Lei n° 9.784/1999).
Responsabilidade Civil da Administração.

Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais
Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei n° 8.112/1990).
Carreiras dos Servidores do Poder Judiciário da União (Lei n° 11.416/2006).

Regimento Interno do TRE-SP
(Publicado no D.O.E – Poder Judiciário – Caderno 1 – Parte 1 em 04.12.03): Artigos 1 a 34.
Questões

[/su_spoiler]

[su_spoiler title=”CONTEÚDO PROGRAMÁTICO p/ ANALISTA” style=”fancy”]

 

Conhecimentos Gerais
– Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa
– Noções de Informática
– Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais
– Regimento Interno do TRE-SP
– Código de Ética do TRE-SP
– Estatuto da Pessoa com Deficiência
– Plano Estratégico do TRE-SP Para o Período de 2016-2021

Conhecimentos Específicos
– Direito Constitucional
– Direito Administrativo
– Direito Eleitoral
– Direito Civil
– Direito Processual Civil
– Direito Penal
– Direito Processual Penal
– Noções de Administração Pública

[/su_spoiler]
[/su_accordion]

[porto_product_category view=”grid” category=”tre-sp-tribunal-regional-eleitoral-de-sao-paulo”]

Read more...

O que cai na prova do TCM RJ

O que cai na prova do TCM RJ

[su_accordion]
[su_spoiler title=”SOBRE O CONCURSO” style=”fancy”]

tcmrj

Esta Aberto o concurso público para o Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM/RJ), para o cargo de Técnico de Controle Externo.

São 18 vagas, com remuneração de R$ 8.045,36 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico do IBFC, www.ibfc.org.br, no período de 01 de agosto de 2016 a 05 de setembro de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 55,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 16 de outubro de 2016.

[/su_spoiler]
[su_spoiler title=”CONTEÚDO PROGRAMÁTICO” style=”fancy”]

Língua Portuguesa: Compreensão de texto contemporâneo. Reconhecimento de modos de organização de
diferentes gêneros de texto. Reconhecimento do uso significativo dos diferentes recursos gramaticais na construção
de textos (níveis: fonológico, morfológico, sintático, semântico e textual/discursivo). Relações de sentido entre
orações e segmentos de texto – valores da coordenação e da subordinação. Conotação e denotação – figuras de
linguagem. Acentuação gráfica (conforme o atual Acordo Ortográfico). Estrutura e formação de palavras – valor
semântico dos morfemas. Emprego das diversas classes de palavras. Variação linguística e adequação (vocabular,
sintática) às situações de uso. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal – o fenômeno da crase.
Colocação de termos na oração. Emprego dos sinais de pontuação – a pontuação expressiva. Coerência e coesão
textual – valor semântico e emprego de conectivos.

Raciocínio Lógico: Conjuntos e suas operações. Números naturais, inteiros, racionais e reais e suas operações.
Representação na reta. Potenciação e radiciação. Geometria plana: distâncias e ângulos, polígonos, circunferência,
perímetro e área. Semelhança e relações métricas no triângulo retângulo. Medidas de comprimento área, volume,
massa e tempo. Álgebra básica: expressões algébricas, equações, sistemas e problemas do primeiro e do segundo
grau. Noção de função, função composta e inversa. Sequências, reconhecimento de padrões, progressões aritmética
e geométrica. Proporcionalidade direta e inversa. Juros. Problemas de contagem e noção de probabilidade. Lógica:
proposições, negação, conectivos, implicação, equivalência, quantificadores, operações. Plano cartesiano: sistema de
coordenadas, distância. Problemas de lógica e raciocínio.

Controle Externo: Controle da Administração Pública: conceito; abrangência. Sistema de controle externo. Controle
externo no Brasil. Regras constitucionais sobre controle externo: fiscalização contábil, financeira, orçamentária,
operacional e patrimonial. Tribunais de Contas: funções, natureza jurídica e eficácia das decisões. Controle de
constitucionalidade e os Tribunais de Contas. Poder Legislativo e os Tribunais de Contas. Controle interno e os
Tribunais de Contas. Controles externo e interno na Constituição Federal. Tribunal de Contas do Município do Rio de
Janeiro. Lei Orgânica do TCMRJ. Regimento Interno do TCMRJ. Sanções aplicáveis pelo TCMRJ (Lei Municipal nº
3.714/03) .

Ciências da Administração: Administração: conceito e importância. Teorias da administração. Funções da
administração: planejamento, organização, direção e controle. Mudança, inovação e cultura organizacional. Modelos
de gestão de pessoas. Gestão de pessoas por competências. Processos de gestão de pessoas. Gestão do
desempenho. Reconhecimento. Treinamento, desenvolvimento e gestão do conhecimento. Clima organizacional.
Gestão do conhecimento. Qualidade de vida no trabalho. Gestão de projetos. Gestão de processos. Gestão
estratégica. Gestão por resultados. Administração de materiais – com ênfase em: Responsabilidades e Atribuições da
Adm. de Materiais. A Gestão e Controle de Estoque. Administração dos Serviços de Compras. Função de Compras.
Seleção de Fornecedores. Cuidados ao Comprar.

Direito Administrativo: Regime Jurídico Administrativo: princípios básicos do Direito Administrativo, princípios
fundamentais constitucionais expressos e implícitos da Administração Pública. Organização administrativa da
Administração: administração direta e indireta; conceito e composição; autarquias, fundações públicas, sociedades
de economia mista; Atos administrativos: conceito, características e requisitos; elementos; mérito do ato
administrativo; atributos do ato administrativo; classificação dos atos administrativos; pressupostos; espécies de
atos administrativos; invalidação, revogação e convalidação dos atos administrativos; vinculação e
discricionariedade. Poderes e Deveres dos Administradores; uso e abuso dos Poderes; Poder Discricionário,
Regulamentar, Poder de Polícia; Hierarquia e Disciplina na Administração. Licitação: conceito, finalidades,
fundamentos e objeto da licitação; princípios da licitação; obrigatoriedade; dispensa; inexigibilidade e vedação;
motivação dos atos de declaração de inexigibilidade e de dispensa de licitação; abuso na contratação direta;
procedimentos (as fases da licitação); tipos de licitação; modalidades, revogação e anulação; lei 10.520/2002;
Decreto nº 30.538/2009; Lei 8.666/93. Contratos administrativos: conceito, sujeitos e espécies; peculiaridades
(características dos contratos administrativos); cláusulas exorbitantes; interpretação; formalização; execução
(garantias para execução do contrato); extinção e prorrogação do contrato; revisão e rescisão; inexecução; duração e
renovação; sanções administrativas; Agentes Públicos: classificação dos agentes públicos; organização do serviço
público; regimes jurídicos funcionais; órgãos públicos; servidores públicos; normas constitucionais específicas
concernentes aos servidores públicos; direitos e deveres dos servidores públicos; responsabilidades dos servidores
públicos; concurso público; acessibilidade, estabilidade, remuneração e acumulação de cargos e funções; Regime
Previdenciário e Aposentadoria dos servidores públicos; Estatuto dos Funcionários Públicos do Rio de Janeiro, lei
94/79 e alterações. Serviços Públicos: conceito, elementos e classificação. Bens Públicos: conceito, classificação e
regime jurídico dos bens públicos; Administração, gestão e alienação dos bens públicos; características dos bens
públicos (inalienabilidade, imprescritibilidade, impenhorabilidade e não-oneração); da alienabilidade condicionada;
aquisição de bens pela administração; afetação e desafetação; Responsabilidade Civil da Administração: conceito, a
responsabilidade objetiva do Estado, direito de regresso, a responsabilidade subjetiva, ação de reparação de danos,
ação regressiva, responsabilidades civil, penal e administrativa do agente público. Controle da Administração Pública:
conceito, tipos e classificação das formas de controle (formas de controle); controle interno e externo; controle
exercido pela Administração sobre seus próprios atos (controle administrativo): recursos administrativos (legalidade
objetiva, oficialidade, informalismo, verdade material e contraditório e ampla defesa); controle de mérito e de
legalidade. 13. 14. Processo administrativo no Município do Rio de Janeiro. (Lei nº 133 de 19.11.1979; Decreto nº
2477 de 25.10.1980 e Decreto nº 13150 de 14.08.1994).

Direito Constitucional: Princípios do Estado de Direito. Organização do Estado Brasileiro; divisão espacial do poder;
Estado Federal; União; Estados Federados; Distrito Federal; Municípios; intervenção federal e estadual; repartição de
competências. Constituição do Estado do Rio de Janeiro e Lei Orgânica do município do Rio de Janeiro. Poder
Legislativo. Estrutura. Funcionamento. Atribuições. Processo Legislativo. Espécies normativas. Garantias dos
Parlamentares. Fiscalização Contábil, Financeira e Orçamentária. O TCU na Constituição. Poder Executivo. Presidente
e Vice-Presidente da República. Atribuições e Responsabilidades. Poder Regulamentar e Medidas Provisórias. Poder
Judiciário. Garantias. Jurisdição. Estrutura. Funções essenciais à Justiça. Direitos e Garantias Fundamentais. Remédios
Constitucionais. Da seguridade social. Princípios constitucionais da seguridade social. Aposentadoria pelo RGPS.

Administração Financeira e Orçamentária: Orçamento Público: Conceito, Noções Gerais, Campo de Atuação, Ciclo
Orçamentário, Princípios Orçamentários, Créditos Adicionais. Orçamento-Programa: Conceito e Finalidade.
Instrumentos de Planejamento Governamental: Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei
Orçamentária Anual (LOA). Reserva de Contingência. Contingenciamento de Dotações. Receita Pública: Conceito,
Classificações, Estágios, Receita Orçamentária e Extraorçamentária. Despesa Pública: Conceito, Classificações,
Estágios, Despesa Orçamentária e Extraorçamentária. Restos a Pagar. Despesas de Exercícios Anteriores. Fundos
Especiais. Lei de Responsabilidade Fiscal: Endividamento, Limites e Transparência, Fiscalização, Relatório Resumido
da Execução Orçamentária. Relatório de Gestão Fiscal.

Direito Financeiro: Principais conceitos; fontes do Direito Financeiro; princípios gerais do Direito Financeiro. Finanças
públicas na Constituição de 1988. Orçamento público: conceitos e princípios. Orçamento público na Constituição
Federal, Estadual e na Lei Orgânica do Município. O PPA (Plano Plurianual), a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e
a LOA (Lei Orçamentária Anual). Normas gerais de direito financeiro (Lei n.º 4.320/64). Fiscalização; controle interno
e externo dos orçamentos. Receita pública: conceito; e classificações. Despesa pública: conceito e classificações;
princípio da legalidade; técnica de realização da despesa pública: empenho, liquidação e pagamento. Crédito público:
conceito; classificações; fases; condições; garantias; amortização. Dívida Pública: conceito; disciplina constitucional e
legal; classificações. Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar n.º 101 de 04.05.2000).

[/su_spoiler]
[/su_accordion]

[porto_product_category view=”grid” category=”concurso-tcm-rj”]

 

Read more...

O que faz um Técnico de Controle Externo

O que faz um Técnico de Controle Externo ?

tcm-rj-tecnico-de-controle-externo• Executar atividades de apoio técnico-administrativo necessárias ao desempenho das atividades inerentes ao
funcionamento do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro, tais como:
• executar tarefas identificadas com a instrução dos processos submetidos à apreciação do Tribunal;
• instruir e examinar documentos, informações e processos de natureza técnica ou administrativa que lhe sejam
distribuídos;
• auxiliar na execução de trabalhos de fiscalização em suas diversas modalidades, com a elaboração dos respectivos
relatórios e exame de recursos;
• redigir, digitar, preparar e conferir expedientes, informações, correspondências, documentos e comunicações
processuais;
• efetuar pesquisas, cálculos, duplicar documentos e preencher requisições;
• elaborar quadros demonstrativos, tabelas, dados estatísticos, relações e outros, auxiliando na execução dos
levantamentos ou registros necessários;
• executar a movimentação interna e externa de processos e outros documentos;
• atender ao público interno e externo;
• prestar suporte administrativo e operacional necessários ao desenvolvimento das atividades da unidade;
• executar outras tarefas de apoio técnico e administrativo determinadas;
• zelar pela conservação e guarda do patrimônio público, assim como pela entrada e saída de bens e documentos
desta Corte de Contas;
• executar serviços internos e externos de coleta e entrega de correspondência, documentos e encomendas,
pagamentos e outros afins;
• auxiliar os serviços simples de escritório;
• auxiliar na redação das atas de reuniões do Plenário e Comissões;
• duplicar documentos diversos;
• digitar, conferir ou supervisionar o conteúdo de documentos e encaminhá-los para assinatura, quando for o caso;
• atender às chamadas telefônicas, anotando ou transmitindo recados, obtendo ou fornecendo informações;
• verificar a necessidade de material e preencher ou solicitar o preenchimento de requisições;
• receber, conferir e registrar o expediente a ser levado ao Plenário e Comissões;
• zelar pela conservação do maquinário e material de uso do Tribunal;
• colecionar matérias, leis e outros atos normativos de interesse do Tribunal;
• protocolar entrada e saída de documentos ou processos;
• executar quaisquer outros encargos semelhantes, pertinentes à categoria funcional;
• executar, coordenar e fiscalizar serviços de segurança física e patrimonial, zelando pelo cumprimento das normas
de segurança e vigilância deste Tribunal, especialmente nos seus acessos principais no que diz respeito à entrada e
saída de bens, mantendo sistemática fiscalização das portas de acesso às áreas vedadas ao público;
• executar serviços de atendimento e identificação de pessoas, prestando informações e encaminhando-as aos
setores procurados, auxiliando a recepção deste Tribunal;
• executar a movimentação dos processos do setor através do Sistema Controle de Processos — SCP do Tribunal;
• efetuar as movimentações físicas, internas e externas, de processos e de outros documentos, promovendo as
devidas anotações;
• arquivar fichas, processos, publicações, históricos de pareceres e documentos diversos de interesse da unidade em
que serve;
• colecionar matérias, leis e outros atos normativos de interesse na unidade em que serve;
• auxiliar no ordenamento dos dados para balancetes, balanços e demonstrações financeiras do Tribunal;
• examinar empenhos de despesas e a existência de saldos nas dotações;
• auxiliar na análise econômico-financeira e patrimonial;
• organizar, dirigir, supervisionar, auxiliar e executar serviços técnicos relativos à documentação e arquivos;
• planejar, supervisionar ou auxiliar nas atividades relacionadas com a seleção, classificação, catalogação e
arquivamento de documentos e textos, para melhor uniformização e aperfeiçoamento dessas práticas;
• organizar a documentação de leis ou outros atos oficiais, mantendo-a atualizada;
• executar outras tarefas correlatas a critério do seu superior imediato.

Agora que você já sabe o que faz um Técnico de Controle Externo sem dúvida já deve esta querendo seguir essa carreira não e?

tcmrjAberto concurso público para Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM/RJ), para o cargo de Técnico de Controle Externo.

São 18 vagas, com remuneração de R$ 8.045,36 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico do IBFC, www.ibfc.org.br, no período de 01 de agosto de 2016 a 05 de setembro de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 55,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 16 de outubro de 2016.

Agora que o recado esta dado a equipe do Mercado Concursos separou o que a de melhor em Apostilas para Técnico de Controle Externo.

[porto_product_category view=”grid” category=”concurso-tcm-rj”]

 

Read more...

O que cai na prova – Concurso Prefeitura de Arcoverde

O que cai na prova – Concurso Prefeitura de Arcoverde

[su_accordion]
[su_spoiler title=”SOBRE O CONCURSO” style=”fancy”]

prefeitura-de-arcoverde

Esta Aberto o Concurso para Prefeitura Municipal de Arcoverde, no Estado de Pernambuco, anuncia reabertura e retificação do Processo Seletivo, que objetiva o provimento de cargos.

Foram reabertas as inscrições suplementares para todos os cargos no período de 25 de julho de 2016 a 5 de agosto de 2016, na Sede da Secretaria de Administração de Arcoverde ou via postal, mediante entrega dos documentos especificados no edital, e pagamento da taxa de participação no valor de R$ 20,00, por depósito bancário.

Os inscritos não precisam realizar novamente a inscrição, em razão das modificações de regras e número de vagas o candidato que se sentir prejudicado poderá requerer a devolução da taxa, conforme especificado no edital.

Mais informações são obtidas nos editais disponíveis em nosso site.

Podem participar profissionais de nível médio completo, para os cargos de Agente de Combate a Endemias (51) e Agente Comunitário de Saúde (21).

Em virtude da reabertura, a data de realização da prova objetiva, tem previsão para ser realizada no dia 18 de setembro de 2016, e avaliação de títulos.

[/su_spoiler]
[su_spoiler title=”CONTEÚDO PROGRAMÁTICO” style=”fancy”]

– Língua Portuguesa (para todos os cargos):

1. Ortografia oficial. 2. Acentuação gráfica. 3. Pontuação. 4. Compreensão, interpretação e reescrita de textos e de fragmentos de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas. 5. Tipologia Textual. 6. Coesão e coerência. 7. Formação, classe e emprego de palavras. 8. Significação de palavras. 9. Coordenação e Subordinação. 10. Concordância nominal e verbal. 11. Emprego do sinal indicativo de crase. 12. Regência Nominal e Verbal.

– Matemática (para todos os cargos):

1. Números inteiros, racionais e reais; problemas de contagem. 2. Sistema legal de medidas. 3. Razões e proporções; divisão proporcional; regras de três simples e composta; porcentagens. 4. Equações e inequações de 1º e 2º graus; sistemas lineares. 5. Funções; gráficos. 6. Sequências numéricas. 7. Progressão aritmética e geométrica.

– Conhecimentos Gerais (para todos os cargos):

1. Acontecimentos e fatos relevantes e atuais do contexto internacional, nacional, estadual e do município de Arcoverde-PE nas seguintes áreas: política, economia, sociedade, educação e saúde. 2. Meio ambiente: problemas e impactos ambientais globais e locais. 3. Evolução histórica, geográfica, econômica, política e cultural do município de Arcoverde. 4. Relações Humanas no trabalho, na família e na comunidade.

– Conhecimentos Específicos (para Agente de Endemias):

1. Noções básicas sobre doenças transmissíveis e não transmissíveis. 2. Noções básicas sobre medidas de prevenção para controle de doenças transmissíveis. 3. Noções básicas sobre doenças de transmissão por vetores. 4. Noções básicas sobre medidas de prevenção para controle de doenças transmitidas por vetores. 5. Conhecer nominalmente doenças de notificação obrigatória. 6. Conhecer esquema básico de vacinação obrigatório no primeiro ano de vida. 7. Conhecimentos específicos do cargo: questões básicas de saúde sobre vida em comunidade e sobre o Programa Agente Comunitário de Saúde.

– Conhecimentos Específicos (para Agente Comunitário de Saúde):

1. Processo saúde-doença e seus determinantes/condicionantes; 2. Princípios e diretrizes do SUS e a Lei Orgânica da Saúde; 3. Conhecimentos geográficos da área/região/município de atuação; 4. Cadastramento familiar e territorial: finalidade e instrumentos; 5. Interpretação demográfica; 6. Conceito de territorialização, micro-área e área de abrangência; 7. Indicadores epidemiológicos; 8. Técnicas de levantamento das condições de vida e de saúde/doenças da população; 9. Critérios operacionais para definição de prioridades: indicadores sócio-econômicos, culturais e epidemiológicos; 10. Conceitos de eficácia, eficiência e efetividade em saúde coletiva; 11. Estratégia de avaliação em saúde: conceitos, tipos, instrumentos e técnicas; 12. Conceitos e critérios de qualidade da atenção à saúde: acessibilidade, humanização do cuidado, satisfação do usuário e do trabalhador, equidade, outros; 13. Sistema de informação em saúde; 14. Condições de risco social: violência, desemprego, infância desprotegida, processo migratórios, analfabetismo, ausência ou insuficiência de infra-estrutura básica, outros; 15. Promoção da saúde: conceitos e estratégias.

[/su_spoiler]
[/su_accordion]

Não vamos perder tempo !

A equipe do Mercado Concursos separou o que a de melhor em Apostilas para você se preparar para aprova da Prefeitura de Arcoverde.

[porto_product_category view=”grid” category=”concurso-prefeitura-de-arcoverde-pe”]

 

Read more...

O que faz um Agente de Polícia Legislativo

O que faz um Agente de Polícia Legislativo?

Requisitos para ingresso :  Certificado de conclusão de curso de ensino médio, devidamente reconhecido.

agente-de-policia-legislativaSão atribuições do Agente de Polícia Legislativo Prestar proteção e manter a segurança e a ordem na sede e demais dependências do Poder Legislativo.

 

 


 

assembleia-legislativa-msEsta Aberto concurso público para Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul – ALMS, para o cargo de Agente de Polícia Legislativo.

São 10 vagas, com remuneração de R$ 2.793,33. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico da Fundação Carlos Chagas,www.concursosfcc.com.br, no período de 20 de julho de 2016 a 15 de agosto de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 85,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 25 de setembro de 2016

 

 

Agora que o recado esta dado a equipe do Mercado Concursos separou o que a de melhor em Apostilas para Agente de Polícia Legislativo.

[porto_product_category view=”grid” category=”concurso-assembleia-legislativa-ms”]

 

Read more...

O que faz um Agente de Segurança Socioeducativo

O que faz um Agente de Segurança Socioeducativo

agente-socio-educativoSão atribuições do Agente de Segurança Sócio Educativo: Executar atividades relacionadas com a gestão do Sistema Socioeducativo. Desenvolver ações relacionadas ao atendimento de adolescentes do sistema estadual de medidas socioeducativas, sendo corresponsável pela ressocialização, atuando diretamente na segurança de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação, bem como na segurança das unidades de internação, observando-se a legislação correlata.

 

Descrição Detalhada do Cargo:

1. Corresponsabilizar-se pelo processo educacional do adolescente;
2. Atuar com moderação, de forma direta ou indireta, no processo socioeducativo dos
adolescentes, por meio do diálogo, orientações e mediação de conflitos.
3. Receber e orientar adolescentes quanto às normas disciplinares, divulgando os direitos,  deveres e obrigações conforme normativas legais;
4. Zelar pela disciplina geral dos internos bem como fiscalizar e acompanhar os adolescentes
nas atividades de maior periculosidade;
5. Levar ao conhecimento do superior imediato os casos graves de indisciplina;
6. Verificar as condições de segurança comportamental e estrutural, comunicando as
alterações à chefia imediata;
7. Registrar as irregularidades e fatos importantes para o atendimento técnico, no livro de
ocorrências, observados na admissão e desligamento dos adolescentes da unidade de
internação, nas movimentações internas e externas, durante todo o cumprimento da medida
socioeducativa;
8. Efetuar e controlar a movimentação interna de adolescentes, acompanhando os
atendimentos técnicos, os horários de lazer, cultura e esporte, as atividades escolares e os
cursos profissionalizantes.
9. Efetuar a identificação e revista no adolescente e vistoria nos seus pertences durante a
admissão e desligamento da unidade de intervenção e nas movimentações internas e
externas;
10. Vistoriar periodicamente os alojamentos e os espaços acessados pelos adolescentes;
11. Promover a identificação e revista de visitantes e vistoria em seus pertences;
12. Registrar e acompanhar a entrada e saída de visitantes bem como as ocorrências de
irregularidade durante a visitação;
13. Seguir as normas contidas no plano de trabalho obedecendo à escala de serviço;
14. Participar de reuniões técnicas e administrativas sempre que convocado;
15. Ter sob sua responsabilidade materiais de uso comum aos internos, bem como as chaves
das instalações vedadas a circulação destes;
16. Acompanhar as movimentações internas e os atendimentos aos adolescentes em pontos
estratégicos;
17. Coordenar, planejar, preparar e executar as movimentações externas, primando pela
custódia e segurança do interno;
18. Dirigir veículo oficial;
19. Realizar escolta armada em veículo separado e transporte dos adolescentes;
20. Realizar vigilância externa e guarda de muralha armada nas unidades impedindo invasão e
arrebatamento de interno;
21. Fazer a conferência diária e identificar a quantidade de adolescentes no centro;
22. Coordenar intervenções em situações de emergência nas unidades, utilizando-se de
intervenções pedagógicas depois de cessado o risco;
23. Zelar pela ordem, disciplina e segurança interna e externa dos centros de internação;
24. Controlar a entrada e saída de pessoas, veículos e volumes, conforme normas específicas da
Unidade;
25. Atuar em núcleos de inteligência e contra inteligência, bem como núcleos de ação e
intervenção;
26. Participar de procedimentos correcionais; e
27. Executar outras atividades compatíveis com o cargo.

Agora que você ja sabe o que faz um Agente de Segurança Socioeducativo sem dúvida ja deve esta querendo seguir essa carreira não e?

sjc-scAberto concurso público para Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania do Estado de Santa Catarina SJC / SC, para o cargo de Agente de Segurança Socioeducativo.

São 255 vagas, com remuneração de R$ 1.157,43 a R$ 3.298,68 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível superior.

As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico da FEPESE, h2016secjustica.fepese.org.br, no período de 14 de julho de 2016 a 15 de agosto de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 110,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 11 de setembro de 2016.

Agora que o recado esta dado a equipe do Mercado Concursos separou o que a de melhor em Apostilas para o Agente de Segurança Sócio Educativo.

[porto_product_category view=”grid” category=”concurso-sjc-sc”]

Read more...